Site icon ERRE GRANDE

Usar o WordPress: guia prático para iniciantes

usar o wordpress

Queres usar o WordPress para o teu blog, mas não sabes por onde começar? Segue este guia para te ajudar a dar os primeiros passos.

Primeiro tenho de te dar os parabéns! Decidiste criar um blog para desenvolveres a tua presença digital, criar a tua marca pessoal e ajudar pessoas com as tuas competências.

Vai ser duro pensar na estratégia de marketing de conteúdo, pensar em temas tópicos, mas tudo é possível se seguires o desafio 30 dias para blog.

Agora que começaste e escolheste usar o WordPress, como é que se mexe nas coisas? O que são artigos ou páginas? Segue este guia para dominares os principais pontos.

Ler mais: Como começar um desafio 30 dias para blog do zero

O que é o WordPress?

O WordPress.org é uma ferramenta de gestão de conteúdo – do inglês Content Management System. Através deste software, crias o teu blog e consegues gerir de forma mais ágil os artigos, as páginas, os temas.

Ele é gratuito, mas podes comprar um alojamento e um domínio próprios para teres total controlo dos conteúdos, temas, backups, etc.

Mais de 40% dos sites utilizam WordPress, é tão flexível que serve para jornais, blogs, portais de informação, empresas de tech, entre outros. Por isso, com esta ferramenta certamente tens a liberdade para criar o teu blog!

Ler mais: Alojamento WordPress: 5 fornecedores que recomendo

Usar o WordPress: conhecer o backoffice

Ao fazeres login no WordPress, vais ver o backoffice abaixo:

exemplo de backoffice WordPress

Na área principal, podes customizar o que queres ver, sendo que o WordPress dá-te alguns passos seguintes para facilitar no teu trabalho. “Escrever o seu primeiro artigo”, “Adicione uma página sobre si”, “Configure sua página inicial” e “Visite o seu site” são atalhos para as ações mais comuns. Estas são bons para memorizar, mas também deves saber onde estão as coisas.

Do lado esquerdo, tens presente uma barra preta com os principais menus. Os que vais utilizar mais no dia-a-dia são “Artigos”, “Páginas” e “Plugins”.

Vamos perceber o que é cada um e depois como fazer as alterações.

Artigos e Páginas

Para usar o WordPress, vais diferenciar artigos e páginas.

Artigos são textos de blog, que tratam determinado tema. Podes ter texto, imagens, citações, enumerações.

Do outro lado, tens páginas de site, que podem ter elementos de texto e imagens e também botões e formulários. Geralmente são “landing pages”, que queres que os teus utilizadores visitem para ficarem a conhecer algo. São exemplo disso uma página “Sobre mim” ou “Contactos”. Se queres estas páginas, crias “Página”, não um artigo.

Plugins

Plugins são pedaços de software que acrescentas ao teu WordPress, aumentando as tuas funcionalidades. Podes ter plugins para otimizar a performance do teu site, criar backups de conteúdos ou acrescentar um feed de imagens do Instagram. É uma forma de aumentar a customização do teu tema. Podes ler mais sobre o tema aqui.

Menu Apresentação: Tema e Widgets

Podes aceder a esta área na barra lateral esquerdar. É aqui que que vais escolher o tema WordPress para servir de base ao teu blog. Deves ainda visitar o “Personalizar” para escolher menus, cores, títulos.

Já os Wdigets são softwares muito utilizados na zona mais funda do blog (o footer) e sidebar (barra lateral), servem para acrescentar, gerir, modificar conteúdos. Podes colocar banners promocionais, páginas preferidas, artigos mais recentes, etc.

Ler mais: 5 erros que estás a cometer no teu blog ou site WordPress (e como resolvê-los)

Como configurar o WordPress inicialmente

Para usar o WordPress, vais querer criar uma homepage bonita a aparecer os teus artigos. Contudo, deves primeiro ativar opções base. Visita “Opções” -> “Geral”.

Nas configurações iniciais, tens o principal: título do site, descrição e URL. Estes são extremamente importantes para o teu SEO. Deves também confirmar se o endereço de e-mail de administração é uma caixa de e-mail à qual tens acesso. Assim podes resolver todos os problemas técnicos que te apareçam.

O segundo passo é visitar as Ligações Permanentes. Escolhe “Opções” de novo -> “Ligações Permanentes”.

Usar o WordPress: colocar links sem data

Este é um dos passos que deve ser feito antecipadamente, sob pena de teres de mudar os links dos teus artigos já publicados.

Por definição o WordPress pensa como um blog, por isso vai valorizar a data em que escreveste o artigo. Contudo, essa não é uma boa prática de SEO, pois não interessa se um conteúdo tem seis meses ou três. Se tiver muito valor acrescentado, vai estar atual durante muito tempo.

Assim, deves escolher a opção “Nome do Artigo” e o URL passa a ser o título do teu artigo. No meu caso, ainda faço mais um passo, para melhorar o SEO. Altero o link no plugin Rank Math usando apenas a keywords. É assim um link personalizado e altamente otimizado.

Ler mais: Estive 2 meses a melhorar o SEO do blog: algumas conclusões

Usar o WordPress para customizar o tema

Para poderes ter um aspeto visualmente bonito no teu blog, podes escolher usar um tema gratuito, como o Twenty Twenty One que já vem instalado com o WordPress.

Podes ainda ver alguns temas profissionais no ThemeForest ou usar um gratutio, como o Astra.

Na barra lateral esquerda, escolhe “Apresentação – Temas” e escolhe aquele que mais te agrada. A parte mais difícil vem na personalização.

Como o meu tema é pago, consigo controlar a maioria dos aspetos do mesmo. Assim, posso fazer diversas coisas:

Os principais módulos que vais ver são “Identidade do site”, “Page Settings”, “Menu”, “Widgets”, “Opções da página inicial” .

Em cada um destes módulos podes colocar informações restritas ao tema. Um tema gratuito como o Astra permite-te personalizar várias coisas, mas se procuras algo muito específico e tens conhecimentos de programação, então deves investir num tema profissional. Para iniciantes, o Astra (com Elementor) serve perfeitamente.

Na Identidade do Site, escolhe o título, a descrição e o logo.

No Menu, escolhe que páginas ou categorias a aparecer e onde.

Nos Widgets, seleciona os módulos que queres que apareçam no Footer e outros na Side-Bar. Há widgets já de origem do WordPress, facilitando muito o trabalho.

Em Color e Style Settings, podes escolher o tamanho das fontes e as cores de cada peça. Lembra-te de manter alguma consistência da cor e aconselho à fonte do texto ser mínimo 18px.

Nas opções mais avançadas, podes escolher não ter side bar e outras funcionalidades. Assim, explora um pouco e não te preocupes: se não gravares, o teu blog fica como estava.

FAQs rápidas para usar o WordPress:

  1. Onde posso mudar o tamanho da fonte? Apresentação – Personalizar
  2. Atualizar plugins? Barra lateral esquerda – Plugins – Plugins instalados – selecionar aqueles que já têm atualização disponível
  3. Como colocar mais artigos na homepage? Opções – Leitura – As páginas de artigos mostram no máximo
  4. Mudar a homepage para uma página personalizada? Opções – Leitura – A sua página inicial mostra – Selecionar uma página estática + escolher página
  5. Como criar um menu de páginas? Apresentação – Menus – Escolher um menu a editar ou criar menu – selecionar as páginas do lado esquerdo que queres colocar – clicar Guardar. Depois ir a Apresentação – Personalizar – menu – escolher qual o menu para aparecer no topo
  6. Como adicionar imagens no artigo? – Artigo – Novo Artigo – sinal mais – Imagem – carregar imagem para a biblioteca
  7. Aceder à biblioteca de multimédia para adicionar vídeos, imagens, ficheiros? Barra lateral esquerda – Multimédia – Adicionar
  8. Adicionar um módulo à side-bar? Apresentação – Widgets – Sidebar – Adicionar texto / html (escolher módulo)
  9. Melhorar a performance do blog? Barra lateral esquerda – Ferramentas – Diagnóstico site
  10. Criar categorias para artigos para organizar? Barra lateral esquerda – Artigos – Categorias – criar categoria – preencher slug e descrição (para efeitos de SEO).

Utiliza este guia prático para usar o WordPress e conhecer as suas funcionalidades. Além disso, arrisca! É uma plataforma que tem muitos campos, mas é intuitiva facilitando o trabalho. Bons artigos!

Exit mobile version