Follow Us

Review: fiz um curso online no Coursera

Review: fiz um curso online no Coursera

Fiz um curso pago na plataforma online Coursera. Fica a saber porque esta é uma boa plataforma para os teus estudos.

Fazer cursos online é uma forma de aumentares os teus conhecimentos profissionais e talvez progredir na tua carreira.

Cá em Portugal, ainda é pouco explorada. As pós-graduações ou até mesmos os cursos especializados e certificados pela DGERT são as soluções preferidas de muitos. A componente presencial é realmente um factor importante para quem quer aprender uma competência chave que lhe permita mudar de carreira ou ter a promoção que deseja há muito.

Contudo, é uma opção que gosto de explorar. Geralmente os cursos são mais baratos, tem-se a flexibilidade de tempo e de espaço. Estes dois factores podem ajudar pessoas com menos tempo e menos dinheiro a evoluírem profissionalmente. A democratização no acesso à Internet deu esta oportunidade a essas pessoas.

Para fazer cursos online, já escrevi um artigo extenso sobre o tema, como podes ver aqui. Também partilhei a lista de cursos online que fiz em 2018.

Em 2020, fiz um curso no Coursera e partilho a minha review contigo.

O que é o Coursera?

O Coursera é uma plataforma com centenas de cursos gratuitos com vídeos, materiais, trabalhos de casa e fóruns de discussão. A plataforma também dispõe de cursos pagos, como certificados profissionais, cursos de especialização e verdadeiros cursos de nível universitário.

Como funciona?

Na ficha do curso, podes ver o programa, os instrutores e quantas horas por semana deves dedicar. Geralmente os cursos têm a duração de 4 ou 5 semanas, em que cada módulo pode ter entre 2 a 4 horas.

website coursera.org

Ao fazeres a inscrição, podes ver quanto custa o curso para obteres um certificado. Se precisares de ajuda financeira, podes contatar a equipa para te poderem ajudar no financiamento do curso.

Como é o estudo?

Vou-te dar um exemplo. Na primeira semana, deves ver os vídeos, responder aos quizzes e ser aprovado. Assim, deves mesmo fazê-lo em uma semana, pois a ideia é fazeres o curso sem grandes paragens. Isto permite-te evoluir nos conhecimentos de forma sistemática e também ajuda-te a não acabar o curso (que é um dos grandes problemas do curso online).

Quais são os tópicos?

Esta plataforma está vocacionada para cursos no geral. Como os principais produtores de cursos são universidades reconhecidas, é possível veres muitos cursos de negócios e de programação, duas áreas em franca expansão.

O Coursera é relevante em qualquer área por causa da instituição que coloca o curso. São apenas os melhores que falam dos tópicos que queres aprender e são sempre especialistas na área.

Como escolher um curso?

website coursera.org

Para escolher um curso, deves olhar para estes tópicos:

  • É gratuito? Faz uma pesquisa apenas pelos cursos gratuitos.
  • É curso ou faz parte de um curso? Se for apenas isolado, sabes que terás de pagar apenas pelo curso. Se for um conjunto de curso, só poderás ter o certificado se aderires ao programa Premium, pagando uma mensalidade
  • Tem quantos alunos? Tem quantas estrelas?
  • O programa parece-te interessante?
  • A duração é boa para ti? Podem ser apenas 5 semanas, mas se tens de dedicar 10 horas por semana, se não tens tempo, é melhor procurar outro.
  • Aparece no topo das pesquisas? Os melhores cursos têm mais destaque.

Recomendo o Coursera?

Falando da minha experiência, sim, recomendo bastante o Coursera.

Já fiz cursos online noutras plataformas e já tinha feito um nesta plataforma no passado. Voltei a fazê-lo neste ano, porque sei que tem qualidade.

Quem te vai dar o curso não é alguém que criou uma conta e fez um curso como lhe apeteceu. Quem te dá o curso são universidades com especialistas da área. Isso faz com que o teu investimento seja mais valorizado.

Vais ter um certificado de um curso feito por uma universidade reconhecida. Acabei um curso da London Business School sobre Marketing e Branding e posso colocar isso no meu perfil de Linkedin. Não é um curso de Marketing qualquer, com ensinamentos de um professor qualquer. As instituições têm peso e os conhecimentos partilhados podem dar-te acesso a procedimentos realmente relevantes para a tua carreira.

Em termos de conteúdo, é bom porque é exigente

computador mac em cima de um tabuleiro

Os exercícios são exigentes. Ao olhares para o programa, podes ver que quatro horas por semana é fácil, mas não tanto. Ao fazeres o curso, vais ver vídeos de dez minutos ricos em conteúdo e vais tirar muitas notas. Os mini testes testam mesmo a tua atenção e a tua maneira de pensar, pelo que tens de estar empenhado nesta tarefa.

A complexidade aumenta. Nos dois cursos que fiz, entrei sem saber nada, mas fui ganhando conhecimentos. Cada módulo parecia mais intenso que o anterior e os conteúdos estavam muito bem interligados. Percebe-se que a metodologia pedagógica, pois o formando tem de passar por um processo de aquisição e consolidação de conhecimentos num curso espaço de tempo. O cronograma e as estruturas bem organizados fazem a diferença quando queres aprender uma competência para melhorar a tua carreira.

A qualidade paga-se e compensa. Sim, o Coursera é mais caro que o Udemy, por exemplo, mas a qualidade é melhor. Se queres ter acesso a conteúdos de universidades como as da Ivy League, é possível no Coursera. É essa chancela de qualidade que me faz recomendar.

Sim, recomendo o Coursera para ajudar na tua carreira

Queres estudar alguma competência que podes utilizar no mundo profissional e estás disposto a investir tempo e dinheiro? O Coursera é uma das hipóteses que deves considerar.

Se é uma skill muito específica, talvez a componente presencial seja melhor, para poderes ser bem acompanhada e tirares as dúvidas necessárias. Se é apenas um complemento à tua carreira, teres uma solução que podes fazer a qualquer altura da semana e em qualquer lugar, por um preço inferior e com uma qualidade semelhante, então esta pode ser a tua oportunidade.

Explora a plataforma, escolhe uma área de estudo, compara cursos e estuda para melhorar a tua carreira.