reaproveitar conteúdo agenda de conteúdos no ipad
Marketing Digital

Faz mais com menos: como reaproveitar conteúdo para diversas plataformas

Todas as semanas, consigo pensar em vários artigos, posts de LinkedIn e outros. Sabe como reaproveitar conteúdo com a minha própria experiência.

Uma das principais dúvidas de quem quer começar a criar conteúdos para as redes sociais é “o que devo postar?”.

É para isso que serve uma estratégia de marketing de conteúdo. Esta estratégia implica pensar, planear, rever, gerir, promover e publicar conteúdo. Por isso, para elevares o teu conteúdo a outro patamar, tens de seguir um plano.

A estratégia de conteúdo tem 3 passos essenciais:

  • Definir objetivos;
  • Estabelecer KPIs;
  • Conhecer o teu público;

Estes permitem-te ter a parte estratégica, escolhendo fazer algumas coisas em detrimentos de outras. Sem a definição destes passos, não consegues perceber se estás a alcançar os resultados que pretendes ou se estás no bom caminho. É portanto necessário definir primeiro qual o caminho.

Já em termos práticos, há um segredo para poderes ter mais conteúdos em menos tempo e esforço. Chama-se reaproveitar conteúdo.

Ler mais: Estratégia de Marketing de Conteúdo: 9 passos a seguir

O que é reaproveitar conteúdo?

Esta estratégia é, no fundo, pegares numa mensagem e sindicalizares em diferentes plataformas. Assim, só precisas de produzir o conteúdo uma vez, e adaptar a diversas plataformas.

Tal é algo que já deves ter visto. Tens um canal de YouTube que tem uma entrevista com alguém. Essa entrevista tem formato vídeo e áudio.

O autor pode isolar o áudio e criar um podcast. Ao divulgar a conversa nas redes sociais, cria mini-vídeos da conversa em formato Stories ou Reels. Esses vídeos podem ser partilhados no Instagram ou até mesmo LinkedIn. Por fim, se tiver um website, podes criar artigos com o vídeo, o resumo da entrevista e algumas frases imperdíveis.

Pegando neste exemplo, o produtor de conteúdo criou pelo menos 6 produtos:

  • Um vídeo do Youtube;
  • Um ficheiro áudio para podcast;
  • Uma story para Instagram;
  • Uma imagem/vídeo para feed do Instagram;
  • Um ou várias publicações para LinkedIn;
  • Um artigo de blog

Ou seja, ele consegui gravar uma vez um vídeo de 30-40 minutos e transformá-lo em diversos conteúdos.

reaproveitar conteúdo para redes sociais no telemovel

Para reaproveitar conteúdo, tens de ser inteligente

Supondo que tens um perfil de Facebook, Instagram e LinkedIn. Tens milhares de estímulos que recebes, se trabalhas em markting digital.

Uns dizem-te para fazeres webinares, outros para lançares um e-book ou curso online e ainda há quem crie newsletters. Existem imensas formas de dispersar o teu conteúdo, mas há que ser inteligente nas tuas escolhas.

É interessante ver porque é que houve um boom de podcasts nos últimos anos. É um formato que tem pouco investimento, chega a vários públicos e pode servir de conteúdo para várias redes sociais. Assim, com apenas uma ideia, podes sindicalizar para diferentes formatos.

Ler mais: 15 Podcasts portugueses para ouvir, aprender e inspirar

Tal como indica a estratégia de conteúdo, deves escolher com base em dois princípios: o teu público e as tuas plataformas. Considerando o teu público, identifica que plataformas ele costuma usar. Tal leva-te a escolher as melhores plataformas.

Por exemplo se falas de viagens, o Instagram é a plataforma visual mais apelativa ou até mesmo um blog, onde possas contar todas as tuas viagens ao pormenor.

Pensando em ambas, podes escrever artigos de blog que depois são adaptados a Instagram. Para leitores mais assíduos, podes considerar um e-book, pois quem lê um blog está mais propenso a ler conteúdos de formato longo.

Se o teu tema é carreira, o LinkedIn deve ser uma rede social a utilizar. Podes também ter um blog ou um Instagram, trocando conteúdos entre ambas.

Estratégia de reaproveitar conteúdo na prática

No meu caso, tenho um blog e um LinkedIn onde tenho a minha audiência. Consigo ver isso através do Google Analytics e vejo quais os canais que me trazem mais tráfego.

Tendo estes dois como base, vou acrescentar o Instagram. Este é o passo a passo que sigo.

Tudo começa no blog

Com o desafio 90 dias, foquei-me muito na produção de conteúdo para blog. Tenho o meu público-alvo definido, os seus interesses e vou apontando ideias todos os dias. Os temas são ligados a marketing digital, blog, WordPress e desenvolvimento pessoal. Por isso, tenho um mundo para me entreter.

Crio um artigo de 500 a 1000 palavras, incluíndo links, keywords e imagens. Por vezes, estou a escrever algo e lembro-me que posso criar outro artigo a partir daí (sim, escrever é uma excelente forma de ter mais ideias).

Com o artigo, publico no Facebook e Twitter, apenas para divulgar o blog. Agora olhando para as outras redes sociais, tenho de ser inteligente para reaproveitar conteúdo que me demorou algum tempo a fazer. Então é isto que faço.

Partilhar no LinkedIn

No meu LinkedIn faço uma publicação três vezes por semana, logo é uma preocupação extra! Um artigo por dia, mais três posts por semana? Sim, é preciso mesmo planear o conteúdo.

Assim, olho para os artigos do blog e adapto-os para LinkedIn. Por exemplo, o artigo 4 alternativas a ler livros: audiolivros e restantes foi adaptado para publicação no LinkedIn. E também consigo fazer o contrário.

O artigo 7 Dicas para Content Writers poderem ter mais clientes nasceu no LinkedIn e passei para o blog também. É de facto, uma forma de criar o conteúdo uma vez e partilhar em diferentes plataformas.

Ler mais: Como usar o LinkedIn para o teu blog

Reaproveitar conteúdo para Instagram

Por fim, penso em como posso sindicar o meu conteúdo para o Instagram. As book reviews que escrevo aqui são dos posts com mais interações no Instagram. Também consigo comunicar lá para uma audiência mais próxima de mim e que pode obter a minha opinião sobre livros.

Que tal adaptar um artigo para imagem ou uma infografia? Para esta rede social, podes também criar um carrosel de imagens para artigos de dicas e sugestões. É mais uma forma de passares a mensagem para aquele público que prefere ler menos.

Ler mais: 7 passos para começares a usar o Instagram para o teu blog

Guia para reaproveitar conteúdo

Seguindo exemplo que faço todas as semanas, estes são os passos que deves dar:

  • Definir uma estratégia;
  • Escolher 2-3 formatos para começar a “trocar” conteúdos;
  • Ter um calendário de conteúdos;
  • Ter uma lista de temas a trabalhar ao longo do tempo;
  • Conhecer bem os formatos e conteúdos de cada plataforma;
  • Estabelecer uma metodologia de trabalho para sindicar conteúdo;
  • Para novos formatos pensar: como posso reaproveitar conteúdo para aquilo que já tenho.

Este é o “segredo” de muitos produtores de conteúdo: escolher uma mensagem e partilhá-la em diferentes plataformas e formatos, para chegarem à sua audiência. Fazer mais com menos é realmente uma forma eficiente de trabalhar a tua marca pessoal no mundo digital.

Sharing is caring!