plataformas para criar um blog
Blog

Conhece 4 plataformas para criar um blog

Queres criar um blog ou site, mas não sabes onde? Neste artigo, sabe algumas plataformas para criar um blog e qual aquela que aconselho.

Criar um blog é bastante fácil nos tempos que correm. Quer seja para teres um blog de viagem ou ter um espaço para aplicar alguns conhecimentos de marketing digital, ter um cantinho próprio na Internet pode ajuda na tua marca pessoal e também

Mas para quem está a começar do zero, surge a questão: em que plataforma devo criar o meu blog?

Antes de criar um blog, deves responder a questões como qual é o tema ou quem é o teu público-alvo porque tal pode influenciar a plataforma que escolhas. Além disso, algumas plataformas permitem “converter” o teu blog em site, se estás a pensar levar o teu projecto para uma etapa mais profissional.

Podes ainda seguir o modelo do Erre Grande, que é um blog, mas não tanto um website. Existem várias opções que podes escolher, desde que saibas para que serve o teu blog.

Estas são algumas plataformas para criar um blog mais conhecidas.

WordPress

Coloco esta opção em primeiro lugar pois é aquela que utilizo e recomendo. O WordPress é um software que está presente quase 40% dos websites de TODA a internet. Por isso, se queres criar um blog, esta pode ser a plataforma a começar.

Recentemente acompanhei algumas pessoas a criar um site e sentiram que o WordPress não era de todo intuitivo. De facto, é preciso dedicar alguns minutos, mas um vídeo no Youtube pode-te ajudar a criar o site ou blog de que precisas. Pode parecer muito tempo, mas compensa no longo prazo!

A vantagem do WordPress é podes personalizar tudo: desde o tema, os diferentes plugins para diversas funcionalidades extra e ainda fazer SEO nos teus artigos e páginas. Tudo isto por um investimento anual baixo (menos de 100€) – é de aproveitar.

Ler mais: 5 erros que estás a cometer no teu blog ou site WordPress (e como resolvê-los)

SAPO Blogs

Sim, estou a recomendar o SAPO Blogs por um motivo: a sua comunidade.

O Erre Grande começou nesse mesmo espaço, sem domínio próprio. Quando estás presente na comunidade a produzir conteúdo semanalmente, é possível ser destacado e obter milhares de visitas mensais (eu já o fiz). É por isso relativamente fácil obter comentários, conhecer outros blogs e teres uma lista de leitores assíduos.

Contudo, estás a produzir um conteúdo para uma plataforma específica e o conteúdo não te pertence. Se eles fecharem esta área, perdes o teu conteúdo.

Começar no Sapo Blogs pode ser vantajoso se gostares da audiência e mais tarde utilizá-la para fazer publicidade a produtos, por exemplo. Mas se começares lá, vai ser mais difícil fazer a transição para um website próprio, bem como vais perder as visitas, o histórico e os leitores na mudança.

Recomendo esta opção para quem quer ter um blog como hobby, e gostaria de partilhar um determinado tema com pessoas, sem fins comerciais. Se os fins comerciais fazem parte dos teus planos, não comeces por aqui.

WIX

O Wix é mais do que uma plataforma para criar um blog. Esta anuncia-se como um software gratuito de criação de websites. Vários produtores de conteúdos com vendas de produtos ou programas de afiliados usam este tipo de plataforma.

A quantidade de publicidade que existe faz com que esta marca esteja presente na mente do público. Com blocos pré-definidos, temas bonitos e preparados, o WIX é como se fosse um serviço chave na mão que dá tudo o que precisas e portanto muito útil.

Para mim a desvantagem é, de facto, o preço. Se queres fazer um upgrade, o WIX tem planos pagos que começam em 5€ por mês, só para teres um domínio próprio (quando podes comprar um domínio por 15€ ao ano!). Além disso, é preciso ter atenção aos elementos responsive. Muitos autores acabam por personalizar o seu site WIX sem ter em atenção este aspecto e no mobile o design não fica perfeito.

Por isso, utiliza o WIX para perceber o design de um website, que componentes gostarias de ter, mas se queres personalizar mais, também vais ter de aprender estas ferramentas ou pagar uma mensalidade para teres o teu site ativo.

plataformas para criar um blog blogger da google homepage

Blogger

Por fim, não podia deixar de falar numa das plataformas para criar um blog mais antigas: o Blogger.

Este faz parte da família da Google, por isso seria uma boa opção para quem quer partilhar os seus conteúdos. A principal diferença é que o Blogger é desenhado somente para blogs, enquanto o WordPress e outros são sistemas de gestão de conteúdo para criação de sites.

As vantagens do Blogger é que, se queres mesmo ter um blogger, esta é a solução mais rápida, prática, simples e gratuita. Basta teres uma conta GMAIL, cumprir o passo a passo e já tens o teu blog, sem preciso de comprar um armazenamento ou domínio.

Contudo, estás limitado em termos de personalização, como temas ou plugins. Além disso, como não compraste armazenamento, o conteúdo não é totalmente teu, está alojado nos serviços da Google (e podes exportá-lo quando quiseres, claro). É simplesmente uma plataforma para teres os teus artigos com o mínimo design possível.

Plataformas para criar um blog: qual escolher?

Para escolher dentre as plataformas para criar um blog, há aspectos técnicos e práticos que pode considerar.

O WordPress é aquele que tens de fazer um pequeno investimento, mas o conteúdo e a personalização são totalmente tuas. É preciso começar do zero, mas estás a construir a tua própria base. É também possível ser editável por quem percebe de programação, pelo que estás a comprar o teu sítio na Internet e decides o que quiseres.

Já com o Blogger ou o Blogs Sapo, estás a criar um “sítio” teu dentro de uma rede que já existe. Terás várias limitações em aumentar funcionalidades do teu blog ou de melhorar o design. O que construíres nessas redes, quando migrado, pode ser perdido.

Já o WIX é uma solução gratuita para construir website em que podes alojar o teu blog e crescer à medida que acrescentes serviços. Contudo, os valores mensais podem ser um constrangimento.

Concluíndo, recomendo o WordPress: é uma ferramenta com provas dadas, é intuitiva em termos de personalização, existe documentação própria e no Youtube que te pode ajudar a criar um blog ou site profissional e podes ainda optimizar para motores de busca. 

Sharing is caring!