pessoa no computador a ler o livro o meu mba
Livros

O meu MBA – Book review

O meu MBA de Josh Kaufman foi daquelas leituras surpreendentes que eu não sabia que me iria influenciar tanto. Esta é a book review.

O meu MBA sofreu o mesmo que o Tools of Titans. Comprei-o a achar que era um resumo do MBA, li alguns capítulos, mas não percebi totalmente bem o seu valor.

Voltei a pegar nele porque não queria desistir. Ao mesmo tempo, procurei mais sobre o autor e ouvi a sua palestra na Talks At Google e a partir daí tudo fez sentido.

o meu mba josh kaufman

Ficha técnica

Título: O meu MBA – seja um mestre de gestão (lido em português)

Autor: Josh Kaufman

Ano: 2014 (li a 5a edição de 2017)

Editora: D. Quixote

Resumo

Comecei este livro com o pé errado. Achei que seria um resumo de conhecimentos que se dá num curso de MBA. Bem, é isso um pouco, mas não só.

O autor autodidacta pensou se valeria a pena gastar centenas de milhares de dólares num MBA como forma a melhorar a sua carreira no actual mercado de trabalho. Contudo, à procura de uma solução melhor, leu milhares de livros sobre gestão e este “O meu MBA” é um resumo das ideias principais a saber para quem quer gerir negócios.

Li as primeiras 100 páginas e coloquei de lado. Não estava a perceber o conceito, muito menos a absorver toda aquela informação. Contudo, anos mais tarde, quis pegar de novo e a experiência foi totalmente diferente. Reler o livro fez toda a diferença.

Ao ver a sua palestra, percebi que O meu MBA era o percurso que o autor tinha feito ao ler livros de gestão e um contributo fantástico de resumir as melhores ideias. Não é um resumo de um MBA, mas é um começo disso. É um “isto é o que precisas de saber sobre como funcionam as empresas”.

Precisas de perceber que toda e qualquer empresa fornece alguma coisa de valor que outros querem ou de que necessitam a um prelo que estejam dispostos a pagar, de uma forma a que satisfaça as necessidades e expectativas do cliente, de modo a continuar a valer a pena aos seus proprietários manterem-se em atividade.

É com esta frase que se resume as áreas de criação de valor, marketing, vendas, fornecimento de valor, finanças. Mas foi a segunda parte do livro que realmente me conquistou, sobre a mente humana, como trabalhar consigo mesmo, como trabalhar com outros e compreender sistemas.

Assim, este livro é um guia de compreensão para negócios e profissionais no mundo do trabalho. É um livro que certamente te vai acompanhar ao longo da tua carreira.

Porque é relevante este livro?

Este livro é realmente importante de ler, não porque é um resumo do MBA, mas sim porque é uma forma de perceberes como funcionam as empresas, as pessoas e os sistemas.

Saber como funcionam as empresas é importante porque te permite gerir a tua carreira. Ao perceberes a parte financeira, criação de produtos e marketing, consegues perceber para onde é que uma empresa caminha, que estratégias utiliza para crescer.

Já saber como funcionam as pessoas torna-te um melhor profissional, para cuidares do teu desenvolvimento pessoal e também para trabalhar em equipa. E conhecer como funcionam os sistemas ajuda-te a contribuir para empresas para aumentar a produtividade, o espírito crítico e o crescimento.

Gostei mesmo muito da experiência final de ler o livro e adoptei alguns hábitos que o autor fala, bem como técnicas para estudar melhor.

Lê mais book reviews aqui.

Notas a guardar

Existem imensas notas sobre marketing e vendas que poderia tirar, mas fica para outro artigo.

Estas são algumas tiradas da parte mais humana e que certamente me fizeram olhar para o livro de outra forma.

  • “A maioria das pessoas resiste a criar sistemas de gestão por isso lhes parecer trabalho extra. Todos nós temos o tempo muito ocupado, e é fácil sentirmos que não temos tempo para criar e aperfeiçoar sistemas por haver já demasiado trabalho a fazer. Na verdade, sistemas úteis facilitam a vida – mesmo que se sinta sobrecarregado, o melhor que pode fazer para resolver o problema é despender algum tempo a criar bons sistemas.
  • “Se quer produzir bom trabalho, cuidar de si não é opcional. Se não fornecer ao seu corpo aquilo de que ele necessita para funcionar, ficará sem gasolina muito antes de atingir os seus objectivos.”
  • “Todas as relações humanas se baseiam no Poder – isto é, na capacidade de influenciar as ações dos outros. Nunca podemos controlar as pessoas, não dispomos de acesso direto aos processos interiores.
  • “O uso do Poder assume uma de duas formas fundamentais: a influência ou coerção. A influencia é a capacidade de forçar alguém a fazer aquilo que lhe sugerimos. A coerção e a capacidade de forçar alguém a fazer aquilo que exigimos. Globalmente falando, a influência é muito mais eficaz que a coerção”.

Sharing is caring!