lidar com o nao com um sorriso
Carreira Motivação

Como lidar com o NÃO seguindo estes 4 pensamentos

A vida seria perfeita se pudéssemos sempre ouvir SIM, mas ainda bem que não é assim. Aprende a lidar com o Não com estas ferramentas.

Era maravilhoso que a vida fosse tudo sim. O que desejávamos, acontecia. As coisas más só aconteciam aos outros. Amigos, família, emprego, tudo protegido. Qualquer problema tinha uma solução prática e rápida. Uma vida sem dor, imagina!

Contudo, tal não é possível. E nem queres que seja possível.

Ouvir um NÃO faz parte na vida. Não vais ter todos os brinquedos que queres, nem todos os amigos na escola. As tuas ideias nem sempre são aceites e aquela pessoa vai dizer que não gosta de ti como tu gostas dela.

Lidar com o NÃO faz parte da vida – até mesmo na carreira

Tanto no campo pessoal como profissional, ouvir um NÃO dói. Estás a expor as tuas ideias e alguém diz que não concorda. Vais a uma entrevista de emprego e dizem que não ficaste. Queres ter aquela promoção e ouves “agora não”. Estudas e fazes cursos online, mas a tua oportunidade ainda não chegou.

De um ponto vista histórico, o ser humano é fraco quando está sozinho.

O ser humano não gosta de ouvir não, porque isso mexe com o teu ego.

A espécie humana não tem pelo para se proteger do frio, presas como um leão ou asas para voar e escapar do perigo. A forma que encontrou para sobreviver foi através da sociedade. Viver em tribo permitia partilhar recursos e ter proteção mútua. E caso perdesses essa proteção, morrias, porque não irias conseguir sobreviver sozinho.

Assim, associamos o NÃO à rejeição e rejeição era sinónimo de morte. Por isso fazia-se tudo para estar no grupo, quer seja dizer que SIM e evitar o NÃO. A mentalidade de grupo trazia mais benefícios, e por isso muitos comportamentos que fazemos servem para concordar e não para discordar.

Contudo passaram milhares de anos e ainda te sentes mal a lidar com o NÃO

É verdade que imenso já mudou desde o homem das cavernas, mas este sentimento de não conseguir lidar com a rejeição está muito presente. Por vezes até evitas agir e mudar de vida porque não queres ouvir o NÃO. É verdade, lidar com o NÃO pode trazer ansiedade, medo, falta de ar e queres fazer de tudo para o evitar.

Contudo, há que mudar de estratégia. Lidar com o NÃO é lidar com os baixos da vida. Faz parte da tua vida. Não és especial ou diferente. Como qualquer outra pessoa, vais ouvir não. És bom a fazer coisas, mas também não és bom a fazer outras.

Além disso, saber lidar com o NÃO vai-te tornar mais feliz. Porquê? Porque estás a aceitar que não controlas tudo. Que podes ter feito tudo o que estava ao alcance. E quanto mais cedo aceitares certas situações, mais facilmente te libertas do medo e voltas a viver.

Ler mais: Como lidar com um mau dia

mulher num passeio de bicicleta sorridente a aprender a lidar com o não

Estas são algumas técnicas para aprender a lidar com o não

Já que o NÃO faz parte da vida, como melhor lidar com ele? Segue estes pensamentos para refletir e superar a rejeição:

1 – “Este é um NÃO agora ou é um NÃO para sempre?”

Muitas vezes deves perceber que não há oportunidades únicas na vida. A verdade é que vais ter diversas oportunidades, e vão ser diferentes.

Não tenhas medo de dizer que não, achando que nunca mais ver outra oportunidade.

Na tua carreira, uma empresa pode-te dizer que não, mas podes tentar mais tarde e conseguir o lugar. Existem várias histórias de pessoas que só passado algum tempo é que conseguiram a oportunidade que queriam.

Para lidar com o NÃO, pensa que a vida passa e há mais oportunidade ao virar da esquina – até melhores do que tu achas.

2 – “Esta oportunidade fecha-se, que outra oportunidade se abre?”

Quando se fecha uma janela, uma porta abre-se

Este ditado traz muita sabedoria e faz-te mudar completamente de perspetiva. Quando recebes um NÃO, estás a fechar uma oportunidade – e que outras oportunidades estás a abrir?

Se já não estás disponível para determinado objetivo, começas a estar disponível para outros.

O mesmo se passa na tua carreira. Se recebes um não para trabalhar para uma empresa, estás disponível para ouvir outras propostas, mesmo dentro da tua empresa. Recorda que um fim é sempre um começo de algo. O ciclo acaba e recomeça. Tal como as oportunidades.

Ler mais: Growth mindset: 5 dicas para aplicares na tua carreira

3 – “É este o pior cenário?”

Tim Ferriss tem uma metodologia própria para lidar com o medo. Uma das perguntas que ele se faz é: “qual seria o pior cenário do mundo?”

Ninguém gosta de receber uma rejeição, mas será esse mesmo o final do mundo? Na maioria das situações, um não a um emprego não vai afetar a tua casa, o teu conforto, os teus prazeres, a tua família.

Ao visualizares a pior coisa que poderia a acontecer, consegues relativizar. E o NÃO já não parece tão devastador assim. Esta é uma prática que podes fazer diariamente para ter gratidão das coisas que tens da tua vida e como é que essas ferramentas são uma boa base para teres o que queres no futuro.

4 – “Este é um NÃO a mim ou à minha ideia?”

Por fim, lidar com o medo é perceber que não te estão a rejeitar a ti, mas sim à tua ideia!

Um dos principais problemas é que achamos que nos estão a rejeitar e o nosso ADN volta ao modo de sobrevivência da pré-história. Se me estão a rejeitar, vou ficar sozinho e vou morrer!

No entanto, já evoluímos o suficiente para perceber que tal não vai acontecer. Quando recebes um não a uma entrevista ou a uma promoção, muitas vezes não te estão a rejeitar. Estão a rejeitar o tempo, há outros constrangimentos a pensar.

Assim, se não personalizares a rejeição, mais facilmente lidas com o NÃO que vais colhendo. Isto porque ninguém quer saber de ti!

Ninguém está a seguir os teus passos a saber o que estás a falhar. Dizerem-te que não é porque não há um match entre a oportunidade e aquilo que podes dar à oportunidades. E o que tu dás é muito menos do que aquilo que tu és. Lembra-te: estão a rejeitar a ideia, não tu!

Estes são alguns pensamentos que tenho que me ajudam a lidar com o NÃO e superar momentos de rejeição.

No final do dia, lidar com o NÃO é mudar de perspetiva e perceber que não existem más ou boas críticas: apenas há feedback. Tanto um NÃO como um SIM são feedback que podes usar para melhorar a tua jornada.

Sharing is caring!