Follow Us

Gestão de tempo: segue estas dicas para seres mais produtiva

Gestão de tempo: segue estas dicas para seres mais produtiva

Todos temos falta de tempo, por isso é que partilho dicas para gestão de tempo.

Quer seja na vida profissional ou na vida pessoal, queixamo-nos sempre de que não temos tempo.

Tempo no trabalho, tempo para a família. Cabeça para fazer exercício ou para voltar a estudar. Não ter tempo para fazer o que se quer e o que não se quer.

Todos nós temos 24 horas por dia para fazermos aquilo que devemos fazer (trabalhar, dormir, comer) e aquilo que gostaríamos de fazer. Ninguém tem mais horas nem ninguém tem menos horas. Quem consegue fazer mais coisas não tem mais tempo, mas organiza melhor o seu tempo.

Por isso é que fala-se muito na gestão do tempo.

Nesta questão, ando meio desiquilibrada.

Ora há dias em que tenho completo controlo do meu tempo e vou fazendo coisas atrás de coisas, a concretizar os meus objectivos. Ora há dias em que chego à noite e percebo que gastei imenso tempo a não fazer nada.

Por isso, acredito que para se conseguir gerir bem o tempo, há que trabalhar muito. Isto porque o tempo e a experiência, aprendemos a fazer melhor as coisas e de forma mais rápida. Quando encontramos o nosso ritmo e método de trabalho, podemos aproveitar mais o dia, quer na vida profissional, quer na vida pessoal.

Assim, para seres mestre da gestão de tempo, tens de trabalhar para perceber qual é o teu ritmo.

Para gerir melhor o tempo, ficam aqui algumas dicas que encontrei e achei muito úteis e de fácil aplicação.

Define os teus objetivos de forma realista

caneca branca com cafe com a palavra begin
Photo by Danielle MacInnes on Unsplash

Não basta dizer “quero fazer mais exercício físico”. Os objetivos devem seguir a tipologia SMART:

  • Specific (espefíciso, simples, significativo).
  • Measurable (mensurável, motivador).
  • Achievable (concretizável, possível de alcançar).
  • Relevant (relevante, razoável, realístico, com um resultado bem definido). reasonable, realistic and resourced, results-based).
  • Time bound (limitado no tempo, com uma data, com um tempo de duração definido).

Se conseguires começar por aqui, vais saber o caminho que deves seguir.

Gasta tempo em coisas que são importantes

Nos dias em que sinto que não trabalhei nada, não é porque fiquei sentada no sofá. É porque as tarefas que fiz não era do meu agrado ou não traziam os resultados que desejo. Assim, estar ocupado é diferente de estar sem tempo. Faz coisas que te fazem feliz e todo o teu tempo gasto vai ser bem aproveitado.

Gestão de tempo é criar hábitos

Na gestão de tempo, por vezes ficamos perdidos passado pouco tempo.

Fazemos uma boa semana, mas acontece um imprevisto e deixamos o plano de lado. Se criares hábitos – ou seja, repetições de tarefas específicas – vai ser mais difícil deixar de os fazer. Assim, parte da tua gestão de tempo deve ser ocupada por hábitos, coisas que fazes inconscientemente e que tornam o teu dia melhor.

Ler mais: 5 hábitos que podemos aprender com atletas de alta competição

Tem uma agenda

agenda aberta no dia 20 e 21
Photo by JESHOOTS.COM on Unsplash

Quer seja física ou digital, ter uma agenda é uma ótima maneira de veres onde estás a gastar o teu tipo, diaria, semanal e mensalmente.

Em cada tarefa, podes atribuir uma cor, mediante a prioridade da mesma. Esta agenda também te ajuda a planear com antecedência acontecimentos importantes.

Se não sabes quanto tempo gastar, anda com um cronómetro

Este é um truque que uso há vários anos. Geralmente, sou rápida a fazer determinadas tarefas e raramente chego atrasada a um compromisso. Isto ocorre porque sei exactamente quanto tempo demoro a fazer qualquer coisa. Isto porque eu já cronometrei várias vezes as minhas atividades.

Sabes quando dizes que vais tomar banho e demoras apenas 5 minutos? Pois, se calhar demoras 15 minutos, mas não vais saber se não contares um dia. Quanto tempo demoraste a arranjar de manhã? Se souberes, poderás colocar o alarme na altura certa para começar o dia da melhor forma.

Por isso, tens aqui uma dica. Tem uma real noção do tempo que gastas a fazer pequenas coisas no dia-a-dia. Assim, vais encontrar o teu ritmo.

Ler mais: Gestão de Tempo: 7 ferramentas para usar no trabalho

Aprende a dizer que não

Sabes que as horas do dia são limitadas, certo? Logo, não é possível fazer tudo ao mesmo tempo. Se te sentes assoborbada com tudo, provavelmente estás a fazer muita coisa, porque não sabes dizer que não.

A primeira regra da gestão de tempo é saber dizer que não. Dizer que não é dizer o que é prioridade. Se aquela atividade não te dá jeito naquele dia ou não a consideras útil, então diz que não. Afasta tudo aquilo que não melhora as tuas relações e vais ter mais tempo livre.

Não procrastines

Na vida pessoal ou na vida profissional, não procrastines. Ou melhor, não adies para o “um dia destes que afinal nunca vai acontecer”. Tomar as rédeas da tua vida é gerir o teu tempo e, com isso, dedicares-te a coisas novas.

Uma tarefa gigante pode ser dividida em várias atividades simples e assim fica mais difícil adiar. Faz um bocadinho todos os dias e vais progredir automaticamente ao longo do tempo.

Estas são algumas dicas que te podem ajudar na gestão de tempo. E tu? Que técnicas utilizas?