estrategia de marketing digital semelhante a um tabuleiro de xadrez e as suas peças
Marketing Digital

Define a tua estratégia de marketing digital em 5 pontos

O seu sucesso do teu blog, negócio ou curso online depende de uma boa estratégia de marketing digital. Segue estes 5 aspetos para desenhar uma.

Para poder ter sucesso em marketing digital (ou qualquer outra forma de fazer marketing), há que ter uma estratégia.

O argumento é simples: se não sabemos para onde vamos, não sabemos se estamos a ir bem ou que resultados esperamos ter. Definir uma estratégia de marketing digital é ter um objetivo e traçar um caminho para lá chegar. Quando algo acontecer, pode-se comparar e perceber se este é o resultado esperado ou se há algo a mudar.

Não ter uma estratégia de marketing digital é o mesmo que não ter nada.

Uma estratégia é então a base do que fazemos, pois é ela que nos diz quais os objetivos, onde queremos ir.

Os objetivos são simples: “quero ter seguidores”, “quero ter o swipe up no Instagram”, “quero ter 1000 likes e que uma influencer use a minha marca”. Este tipo de frases soltas mostram que para ações em canais digitais a maioria das empresas não tem estratégia, pois desconhece a mesma.

Assim, cabe aos profissionais da área orientarem bloggers, influencers, empresas e marcas a ter uma estratégia de marketing digital. E para que os resultados apareçam, é preciso ir mais longe do que frases soltas.

Há todo um plano a desenvolver, temas a pensar, ações a definir – é assim um trabalho em conjunto, especializado e bem feito por quem tem essa experiência.

Ao trabalhar num departamento de Marketing, observo vários comportamentos e formas de pensar e sinto que chegámos a um ponto em que a estratégia é absolutamente fundamental. Só assim conseguimos alocar tempo ao que é importante e não o que é urgente. Só assim podemos melhorar nem que seja 1% e os resultados serem estrondosamente melhor.

Assim, partilho contigo 5 pontos essenciais para incluir na tua estratégia de marketing digital:

1 – Objetivos

Nada começa sem se saber o objetivo ou objetivos, no plural. E os objetivos têm de ser claramente definidos. Se pensar na estratégia de Instagram, pode-se pensar de facto em ter mais seguidores. Esse objetivo tem de ficar definido, pois é bastante diferente agir para ter mais seguidores apenas e agir para melhorar o engagement dos seus conteúdos.

Na perspectiva de definição de objetivos SMART, há que definir o melhor objetivo possível, quer seja notoriedade de marca, mais seguidores ou diminuir o investimento em conteúdo pago.

Ou seja, os objetivos têm de ser Específicos, Mensuráveis, Atingíveis, Realistas e com um Tempo definido.

Por exemplo, a tua estratégia de marketing digital passa por ter 1000 seguidores numa rede social. Mas isso é pouco.

É necessário definir: “atingir os 1000 subscritores no Instagram em 6 meses com uma estratégia de conteúdo próprio a publicar três vezes por semana”. É específico no objetivo, na rede, no tempo e na forma de se lá chegar, ajudando muito a guiar o que fazer semanalmente.

2 – Público-alvo

O clássico do Marketing: partilhar a mensagem para as pessoas erradas. Por isso, continua a ser fundamental pensar no público-alvo e nas personas envolventes. Em estratégias de Facebook Ads ou Google Ads, por exemplo, o público-alvo torna-se um grande tema de discussão, pois o orçamento disponível tem de ser alocados a diversos públicos com diferentes caminhos de conversão.

Assim, definir o público-alvo para cada estratégia permite gerir melhor os recursos disponíveis (outra coisa a definir, de facto).

Além disso, as personas podem variar consoante o canal escolhido e, consequentemente, a estratégia de marketing digital definida. Pode ter diferentes estratégias consoante o canal utilizado e encontrar diferentes públicos, pelo que estes dois fatores têm de ser bem definidos à priori.

homem a trabalhar num quadro branco a estratégia de marketing digital

3 – Recursos disponíveis

Inspirado nas metodologias de Project Management, é necessário saber que recursos disponíveis tem, humanos e não humanos.

Anota isto: as melhores estratégias falham sem uma equipa.

Deverás assim perceber quantos elementos tem a equipa de Marketing e quem faz o quê. No caso de estares a criar um blog por tua conta, então serás tu a pessoa que faz tudo: blog, imagens, calendário de conteúdos e redes sociais.

Ler mais: 7 competências que vais aprender para gerir o teu blog

Contudo, é importante definir estes papéis, pois assim tens uma melhor ideia do trabalho que precisa de ser feito. A tua estratégia de marketing digital vai precisar que faças essas diversas componentes, ou melhor, que aprendas. estas várias competências.

No campo não humano, é importante definir as ferramentas que vai utilizar. O que também nos leva a pensar quais os procedimentos a utilizar.

4 – Procedimentos

Quando se trata na implementação de um projeto, penso sempre nos procedimentos, principalmente de comunicação.

Um exemplo: define-se uma estratégia para angariar 2000 seguidores no Instagram no espaço de 3 meses.

Define-se também um conjunto de ações a fazer e o que cada um faz.

Contudo, como gerir o dia-a-dia? A

equipa tem uma reunião semanal para debater resultados?

Há e-mails de report a serem partilhados?

Há alguém responsável só pelo controlo de qualidade?

Quando o copy de um post está mal escrito, avisa-se por e-mail, no chat ou qualquer pessoa tem a liberdade para alterar?

Podem parecer pormenores sem importância, mas saber quais os procedimentos ajuda a ter mais produtividade e a não desperdiçar tempo nem recursos. Inspirado numa gestão mais agile, permite que cada pessoa faça o seu trabalho, se sinta motivado e que haja menos sobressaltos de partilha de falsa informação, desconhecimento de procedimentos.

5 – Ferramentas de análise

Só sabemos que chegámos ao objetivo pretendido quando o vemos. E só o conseguimos ver se o medirmos. E só podemos gerir as ações quando nos desviamos do objetivo se sabermos o que estamos a medir.

As ferramentas de análise ajudam a monitorizar as ações, a compreender o que se passa, a perceber se estamos no bom caminho, a definir pequenas metas a atingir. Colocar um plano em prática sem o acompanhar é o mesmo que não o fazer.

Ler mais: Google Analytics: principais métricas a analisar no teu blog

A tecnologia atual permite ter principais ferramentas gratuitamente. Podes também explorar ferramentas pagas se fizer sentido.

No final, pensa como se fosse um caso de estudo. Olha para o teu ponto de partida e as coisas que aprendeste ao longo do tempo. E analisa os vários pontos para que vejas bem a tua grande evolução num par de semanas.

Estes são 5 aspetos mínimos que a tua estratégia de marketing digital deve ter.

Coloca todos estes aspetos relevantes e faz a tua estratégia para o teu site, blog, negócio, curso online.

Escreve e reescreve as vezes que forem precisas, mas não te esqueças de começar!

Foca-te nos processos e na coordenação para que a possas implementar com sucesso. Por fim, analisa os resultados para saber que aspetos podes melhorar.

Sharing is caring!