mulher negra a escrever
Blog

Escrevi 4 artigos no dia: o que aprendi

Para organizar e cumprir com os meus desafios, escrevi 4 artigos apenas num dia. Estas foram as aprendizagens.

O desafio 90 dias trouxe várias coisas boas, mas também percalços – não fosse esse um desafio a superar.

Há vários desafios que posso apontar, como a falta de motivação, a incerteza do que escrever a seguir e também gerir bem o tempo. Um trabalho normal, projetos, cursos online ao mesmo tempo e séries, caminhadas e momentos de descontração.

Muitas vezes ao fim-de-semana tenho de acordar mais cedo para escrever o artigo. Uma vez só escrevi às 21h30 para cumprir o desafio. É preciso querer muito chegar ao fim, para ser uma melhor pessoa.

Ler mais: Como ter mais motivação na vida

Sabia que o mês de abril seria desafiante

Havia vários projetos a decorrer no mês de abril, mas tinha um ponto claro: não queria desistir de escrever um artigo por dia.

Tive formações, cursos e webinares. Apresentações para preparar, mudanças de empresa de alojamento para a WebHs, trabalhos de casa para o SheCodes. Tudo ao mesmo tempo.

A motivação era menor, o cansaço estava a acusar. Contudo, sabia que tinha de terminar. Já só faltava metade do desafio, estava demasiado perto para desistir. Assim mudei de estratégia, para conseguir melhores resultados.

Percebi que tinha de fazer mais do que um artigo por dia

Não queria de todo desvirtuar o objetivo de escrever todos os dias, mas uma formação de muitas horas, apresentações e um casamento no sábado era muita coisa para gerir.

Tomei a decisão: vou escrever 4 artigos num só dia. O artigo de quinta que ficou para trás, quando estava a migrar de sistema; o artigo do dia, sexta-feira. O artigo de sábado, porque ia a um casamento. E, já agora, para aproveitar a viagem, que tal também pensar no artigo para domingo.

4 artigos num só dia, numa sexta-feira, depois do trabalho: impossível!

Senti-me logo stressada, frustrada. Tinha de trabalhar muitas horas, ainda por cima a uma sexta-feira, quando queria descansar. A ideia não me agradava, no entanto, a vontade completar este desafio prevaleceu.

Assim parei às 20h30 de escrever o quarto artigo, com links e imagem, prontos a serem publicados. O que aprendi com esta maratona, dizes tu? Algumas coisas.

1 – Planear para não falhar

Benjamim Franklin disse-o bem: quem falha em preparar, prepara-se para falhar. Ter um desafio a decorrer dá-te foco e disciplina. Quando estás há semanas a estabelecer uma prioridade, é claro que tens de o fazer. Assim, todos os dias penso sobre o tema.

Ao ver que estava acumular trabalho durante a semana, parei para preparar os próximos passos. Isso permitiu-me não falhar, descansar mais e também ter outras ideias.

2 – Começar a escrever e não parar

O segredo para escrever quatro artigos de seguida? Não parar!

É um pouco como aquela pessoa que procrastina e faz um trabalho completo umas horas antes do prazo de entrega. Quando temos uma restrição de tempo, estamos mais focados. No meu caso aproveitei a onda de “inspiração”.

Se faço um, consigo fazer dois. Aproveito a energia e o que já estou a fazer para criar mais. Daniel Pink fala na sua Ted Talk como a procrastinação e a motivação ajudam-te a trabalhar melhor. Vê o vídeo abaixo.

3 – Não fazer o suficiente, fazer o extra

Por fim, o que me fez realmente escrever quatro artigos num dia foi mesmo não fazer o suficiente, mas sim fazer o extra.

Imagina que decides correr 3km. Corres 1km descontraído e motivado. Quando chegas ao segundo km, começas a fracassar e a doer. E paras porque já fizeste o suficiente.

Ou então, continuas. Sabes bem que o objetivo é fazer aquele último quilómetro. Vais em frente, fazes 3km, mas dás o extra. Corres mais 200 metros e depois caminhas para continuar o teu treino. Descansas apenas quando sentes o dever cumprido, um dever um pouco mais do que aquilo que tinhas para fazer.

É esta a diferença entre fazer o suficiente e fazer o extra. Eu fiz o extra porque queria. Porque sabia que me ia fazer bem. Com o ritmo que estava a levar, aproveitei o momento. Não considerei o suficiente, desafiei-me de novo.

Sem este desafio não descobria mais coisas sobre mim

Esta maratona de artigos também foram acessíveis porque os temas envolveram mais desenvolvimento pessoal e negócios, duas áreas que já leio há muito tempo. Se tivesse escrito algo mais técnico, levava mais tempo a pesquisar e a articular as ideias.

Todas estas condições permitiram cumprir este desafio. Algo que também aprendi foi sobre o meu ritmo de trabalho. Talvez prefiro focar alguns períodos de tempo a escrever várias artigos, em vez de escrever um pouco todos os dias. Descobri assim mais uma variável do puzzle que pode ajudar ainda mais a escrever mais e melhor.

Ler mais: Tenho de escrever todos os dias para ter sucesso?

Este é um resumo do dia em que escrevi 4 artigos. Se se vai repetir? Não sei, só o tempo o dirá. Mas na altura resultou e levou-me a descobrir mais sobre a minha forma de escrever e pensar. Algo a ter em consideração para os próximos artigos.

Sharing is caring!