escrever à mão apontar tarefas para o trabalho
Desenvolvimento Pessoal

4 benefícios de escrever à mão que te ajudam no dia-a-dia

Escrever à mão ou apontar tudo no telemóvel? Usar papel e caneta tem imensas vantagens na tua aprendizagem e no dia-a-dia. Sabe porquê.

Sou totalmente adepta da vida digital. Reconheço que a tecnologia ajuda-me no dia-a-dia, e não tem só a ver com computadores.

Basta olhares para um micro-ondas, para uma televisão ou para a máquina de lavar roupa. Há 300 anos atrás, nada disto existia. Mas com as invenções tecnológicas, foi possível lavar roupa mais eficientemente, cozinhar e guardar comida para comer noutro dia e estar ligado ao mundo e às notícias através da caixa mágica.

Olhando para o mundo digital, reconheço as mesmas vantagens

Ter um Google para conhecer diferentes realidades é impressionante. Usar o Skype ou o Whatsapp para manter o contacto com a família no estrangeiro. Ter um blog para ajudar pessoas a começar uma carreira em marketing digital ou a criarem os seus próprios blogs. Sim, a tecnologia é incrível!

No entanto pode-nos tornar mais “burros”. Um dos debates que existe é sobre estarmos a perder faculdades por deixarmos de escrever à mão.

Com o teclado do smartphone e dos computadores, estamos a comunicar a através de letras, em vez de palavras. Os erros ortográficos são facilmente identificáveis, mas isso não nos torna mais conhecedores da língua. Até deixamos de saber bem como se escreve algo, por não termos memória disso.

Sim, escrever à mão traz várias vantagens

Um estudo da professora van Der Meer, da Norwegian University of Science and Technology, feito em 2017 e 2020, mostra que tanto crianças como adultos aprendem mais e têm melhor memória se praticarem a escrita.

Os resultados mostram que existe mais atividade cerebral quando estamos a escrever à mão do que quando estamos a teclar.

Nas suas declarações, Van der Meer diz: “o uso do papel e da caneta dá ao cérebro mais “ganchos” para a memória reter informação. Existe mais atividade nas parte sensoriais e motoras do cérebro. Ao pressionar a caneta no papel, libertam-se várias sensações, pois estamos a ver as letras e a começar a aprendizagem. No fundo, aprendemos melhor e lembramo-nos de mais coisas.”

Confesso que escrever à mão não é um dos meus hábitos

Sempre escrevi à mão na escola, claro. Fiz apenas alguns trabalhos finais em computador, porque tinha um aspeto visual e de organização diferente. Contudo, tive a sorte de praticar muito a minha escrita à mão, o que ajudou a ser gramaticalmente correta e persuasiva.

Em idade adulta, não o faço tanto como gostaria. Escrevo muito neste blog e por isso escrever à mão é impossível. No entanto, em breves momentos do meu dia-a-dia reconheço a importância de pegar na caneta e no papel. Quer seja para fazer listas de tarefas ou para ter ideias do que escrever no blog.

Ler mais: 7 técnicas de gestão de tempo para ser mais eficiente

Como escrever à mão pode ajudar no dia-a-dia?

Mais recentemente comecei a pensar no tema, pois ao escrever à mão algumas ideias que me vão aparecendo, consigo criar mais ideias, estruturar melhor textos. Assim, será que deveria escrever mais e teclar menos?

Eis como pegar no papel e na caneta pode ajudar-te.

escrever à mão exercício de journaling

1 – Estruturar melhor as ideias

Já sai de algumas reuniões em que tinha de preparar um briefing. Em vez de escrever no computador, faço esquemas em papel. Ajuda-me a relacionar ideias. E assim que começo a escrever, parece que não paro. De facto, o cérebro fica mais ativo, mais claro, mais articulado.

No caso do blog, consigo fazer um primeiro rascunho de um artigo e começar a escrever a partir daí. Mas se fizer um índice de tópicos de artigo, parece que ganho outra motivação para escrever e sei exatamente qual o caminho a seguir.

Ler mais: Como escrever um artigo para blog em 10 passos

2 – Ter mais motivação

Quando escrevo à mão, estou mais motivada, a sério!

Sinto isso quando preparo artigos de blog ou briefings de ideias para apresentar no meu trabalho. No blog, consigo ter ideias mais claras, uma estrutura do texto que me permite escrever mais rápido.

No trabalho, é trabalhoso criar um relatório ou um briefing com problemáticas, estratégicas e conclusões. Ao escrever à mão as ideias principais, fico mais confiante na ideia e por isso tenho mais motivação em escrevê-la e apresentá-la o mais rapidamente possível.

Quando te sentes mais preguiçoso, aponta o que tens de fazer. Vai-te dar aquela energia extra de que precisas!

Ler mais: Tenho de escrever todos os dias para ter sucesso?

3 – Aumentar a memorização

Faço a lista de compras à mão, e não no telemóvel. É uma pequena técnica que mostra os benefícios de escrever à mão.

Tal como a investigadora conclui, quando temos ideias e apontamos manualmente, há mais atividade cerebral e por isso a nossa memória é estimulada. Se tens algo que não te queres mesmo esquecer, começa a fazê-lo em papel e caneta.

Tenho no meu Google Calendar os compromissos da semana, mas faço a minha lista de tarefas à mão. Coloco cada um dos tópicos e com isso consigo lembrar-me de que “podes estar a escapar qualquer coisa”. Aplica escrever à mão no teu dia-a-dia profissional para por o cérebro a funcionar!

4 – Fazer um exercício de journaling

O journaling é uma prática de escrever para fazeres uma auto-reflexão à tua vida, aos teus valores e até ao teu negócio.

Tens vários desafios que podes fazer, para te conheceres melhor, aclarar as tuas ideias e também encontrares a tua marca pessoal. O principal benefício é que vais estimular o teu cérebro a refletir e a pensar em coisas que nem sonhavas, pois estavam no teu inconsciente. Com o cérebro a trabalhar, consegues pensar nelas.

A Filipa Maia tinha um desafio de journaling muito completo. Contacta diretamente a Filipa para saberes como podes fazer o curso ou então ter um desafio guiado para te iniciares nesta prática.

Estes são alguns benefícios que podes ter ao escrever à mão todos os dias. Não deixes totalmente o computador, mas incorpora estes momentos para estimular o teu cérebro e fazer um trabalho ainda melhor.

Sharing is caring!