FEMINISMO

Eles talentosos elas trabalhadoras

Porque é que os homens são talentosos por natureza e as mulheres são trabalhadoras?

O Erre Grande é um espaço para se falar de trabalho, empreendedorismo, sucesso, desenvolvimento pessoal. Gosto também de criar discussão e apresentar pontos de vista da vida pessoal e profissional. Para que possas ver as coisas de uma nova perspetiva.

Como sou mulher, as questões do feminismo e da igualdade de género despertam o meu interesse.

Quando leio algum artigo a alertar para a contínua disparidade de tratamento que existe entre homens e mulheres no mercado de trabalho fico chateada. Para mim, é essencial promovermos a igualdade de género, todos os dias, em todas as frentes. E também em países desenvolvidos, onde se discutem assuntos sobre a liberdade individual e, aparentemente, este assunto ainda não está completamente “resolvido”.

Recentemente li um artigo no Expresso sobre a forma como as instituições de ensino tratam rapazes e raparigas de forma distinta. A tese é bastante simples: quando um aluno tem boas notas, ele tem “talento”, inteligência. Quando uma aluna tira boas notas, ela é “trabalhadora” e esforça-se bem.

imagem de um artigo no jornal expresso sobre elas e eles
direitos: Expresso.pt

Ou seja, eles são talentosos e elas trabalhadoras.

Pela minha experiência, sempre fui boa aluna e isto acontecia porque estudava. Mas também porque tinha facilidade em aprender, em absorver informação, em relacionar conceitos, a ouvir e a explicar conhecimentos que eram pedidos nas aulas. A este meu “esforço” de saber mais e aprender mais eu chamo-lhe de inteligência. Por isso eu sou boa aluna porque sou inteligente.

Ora por este estudo, isso não é bem assim. Segundo esta amostra, esta sociedade vê-me a mim e às minhas amigas e colegas como mulheres trabalhadoras, esforçadas e que atingem bons resultados porque a nossa dedicação é fantástica.

Podemos viver numa sociedade em que as mulheres não têm talento natural e são apenas trabalhadoras esforçadas?

Como é que é possível vivermos numa sociedade que olha para um rapaz e acha que ele é um génio por natureza e olha para uma rapariga e acha que ela é um bom exemplo de como o bom trabalho compensa? Os homens também não precisam de trabalhar? As mulheres também não têm talentos naturais?

A partir destes estudos, gostava que as pessoas pensassem que com ou sem talentos, com ou sem inteligência, sem um objectivo claro e trabalho árduo, nenhum ser humano chega à excelência. E isso só tem a ver com o trabalho e não com o género.

Esperemos que isto seja mais um alerta de como estamos muito evoluídos mas que ainda precisamos de evoluir muito muito mais.

Ler mais: Dia Internacional da Mulher – há espaço para todas