dicas de escrita
Blog

6 dicas de escrita para melhorar os teus textos em segundos

Não sei o que escrever, o que faço? Com estas dicas de escrita, vais simplificar e melhorar os teus textos todos os dias.

Para quem está a fazer um desafio 90 dias a escrever um artigo de blog por dia não se pode escapar de escrever. No início estás entusiasmado e motivado, mas assim que aparece a folha branca ficas em pânico. Como começar? E como faço um resumo ou conclusão? Quantos parágrafos devo ter?

Estas questões acabar por dissipar com a prática, mas os iniciantes podem ter um conjunto de ferramentas simples que os ajuda a escrever melhor.

Segue estas 6 dicas de escrita para melhorar os teus próximos posts em segundos:

1. Começa pela estrutura

Esta é a primeira das dicas de escrita. Pensa num texto como uma peça de teatro: há um princípio, onde se apresenta as personagens e a trama; há um desenvolvimento, em que uma série de peripécias ocorrem; e há um fim, em que as personagens têm alguns desfechos.

Esta é a santíssima trindade que deves seguir: início, desenvolvimento e conclusão.

O início deve definir o contexto, tema ou a expectativa que o leitor vai querer saber (normalmente tem um problema e quer ler o teu artigo para saber como resolver). O desenvolvimento deves então enumerar alguns conceitos ou soluções para ajudar o leitor. O fim é para resumir as ideias principais e aproveitar para deixar uma mensagem que incentive o leitor a fazer algo.

Por exemplo, se tens um blog de viagens e queres escrever sobre o que visitar nos açores, podes começar um artigo com “Como chegar à Austrália desde Portugal”. O início pode ser a explicar a Austrália e o problema da distância. Já o desenvolvimento será aquilo que prometeste dizer no título (mostrar um caminho de chegar do ponto A ao ponto B) e enumeras cada uma dessas formas. Por fim, podes resumir qual a forma de recomendas e se já a utilizaste.

Ter uma estrutura ajuda-te a definir melhor cada passo do texto e garante que o mesmo é claro para quem está a ler.

2. Pensa apenas numa ideia

Gosto de escrever artigos com mais de 1000 palavras, pois aprofundo um tema e misturo conceitos. Contudo, é provável que comeces a divagar e a tua comunicação não seja tão clara.

É natural teres muita criatividade, mas para começar a escrever melhor, foca-te apenas numa ideia.

No artigo “4 formas de encontrar cursos online gratuitos”, não falei sobre encontrar cursos online bons ou qual a melhor forma de estudar. Peguei na questão “como encontrar cursos online gratuitos” e respondi de quatro formas diferentes.

Centralizar um texto numa ideia como “o que é conceito X?” ou “X coisas para visitar em Malta” ou “Uma receita com chocolate” é uma excelente forma de escreveres algo simples, claro e eficaz, porque consegues passar ao outro a mensagem que pretendes.

Ler mais: Antes de criar um blog, responde a estas 3 questões

3. Escreve como uma criança, com frases curtas

Esta dica não é para falar mal do teu talento. Mas temos uma grande tendência para escrever frases compridas, como forma de mostrar que dominamos a língua, somos especialistas ou grande letrados.

O verdadeiro dom na escrita está em passar a mensagem com as palavras certas na medida certa

Assim, não interessa se a frase é curta ou longa – o relevante é que ela passe a mensagem que se quer. E algumas frases longas acabam por fazer o leitor desligar porque já não percebe qual foi o ponto inicial.

Por isso, uma dica de escrita a seguir é encurtar frases. Abusa dos pontos finais como abusas das vírgulas. Percebe se cada frase tem o seu sentido. E se fizeres frases longas lê e relê para certificar que o sentido não fica perdido a meio. Ao diminuires as frases terás parágrafos mais curtos, mas cheios de sumo para o leitor.

4. Muda o título no fim

Muitos jornalistas fazem este trabalho todos os dias. Mais do que escrever a notícia, sabem que um bom título consegue resumir o essencial e chamar a atenção ao leitor.

Assim, antes de publicar um texto, deves ver se o título reflecte o que escreveste, se chama a atenção, se está de acordo com a expectativa do leitor. Por exemplo, escreve um artigo a indicar como fazer algo, mas acabas por falar nas vantagens de desvantagens. Era realmente melhor um artigo que só fala de vantagens e desvantagens ter um título a clarificar este ponto, certo?

Para além de escrever, vai mudando o título para que a estrutura e o mesmo fiquem concordantes.

5. Utiliza concordâncias e constrastes

Na primária, a gramática é ensinada em que as frases começam por sujeito e predicado. O português é ainda mais tramado, pois com o tempo, acabamos por eliminar os sujeitos e começamos as frases com verbos.

Para variar, utiliza também conectores a expressar dúvida, concordância ou contraste. Mas utiliza apenas quando necessário! Há muitas pessoas que abusam dos “no entanto, contudo, mas”, sem que a frase esteja a discordar do que foi dito anteriormente.

Assim, se queres reforçar a tua ideia, escreve “assim, logo, ou seja, referente ao anterior”. Já se queres indicar uma ideia MAS a ideia seguinte contradiz o que disseste, então utiliza as expressões.

Lembra-te que há diversas formas de começar uma frase. Estas palavras de ligação ajudam-te a direcionar o leitor de ideia em ideia, como se de uma história se tratasse.

6. Edita, edita, edita

Para acabar as dicas de escrita, uma que tem mais ou menos a ver com escrever. Esta fica aprendi com o melhor curso de escrita de sempre. Mais do que escrever, muitas vezes temos de dedicar tempo a editar. Se queremos um artigo longo com muita informação, é importante reler para retirar repetições, simplificar frases, criar ligação entre elas.

Por isso, mesmo que sejas iniciante ou profissional, lembra-te do poder de editar: este consegue tornar o teu texto ainda mais valioso e relevante para quem vai ler.

Estas são algumas dicas de escrita que utilizo em alguns dos meus textos. Existem outras tantas e que, com o tempo, vais aprender. Com a prática, tudo se faz. Bons textos!

Sharing is caring!