ser especialista em copy para redes sociais
Marketing Digital

5 truques para melhorar o copy para redes sociais

Na gestão de redes sociais, o que escrever para chamar à atenção das pessoas? Segues estes simples truques para o teu copy para redes sociais ser impecável.

Quer seja uma pequena empresa ou um grande grupo, cada vez mais pessoas têm perfis nas redes sociais.

Como empreendedor, ter um perfil nas redes sociais é uma excelente forma de criares uma marca pessoal, com relevância. Ao estabeleceres a tua reputação, vais construir uma audiência que segue os teus conteúdos e pode comprar os teus produtos ou serviços.

Para as empresas é igualmente importante fazer gestão de redes sociais. É onde o seu potencial cliente está, todos os dias, a fazer scroll. Vê conteúdos, lê reviews, vê lojas online de roupas, electrónica, etc.

Publicar nas redes sociais é assim uma forma de as empresas estarem presentes, comunicarem com o cliente, estabelecer a reputação da sua marca e também obter feedback do seu cliente.

Saber mais: Social Listening: como conhecer o teu público-alvo

Na gestão de redes sociais, o copy é igualmente importante

Acredito que qualquer empresa deve ter uma estratégia de marketing de conteúdo. É esse conteúdo que permite o consumidor conhecer a marca, descobrir os produtos e relacionar-se com a mesma.

Pode ser texto, imagem, vídeo e com diversos materiais, como artigos de blog e, claro, publicações nas redes sociais.

Cada rede social tem o seu melhor conteúdo, mostrando-te o que deves publicar. Enquanto o Instagram valoriza muito as imagens, o Twitter é fã das palavras. O LinkedIn já exige um conteúdo mais longo. Assim, deves adaptar o teu conteúdo a o que cada rede social valoriza.

E mesmo que coloques imagens, o copy é fundalmental para conseguires chamar à atenção do teu público.

Como escrever copy para redes sociais?

Tal como um artigo de blog, um copy para redes sociais também precisa de uma estrutura para conseguir ter mais impacto.

A Fórmula AIDA é um excelente guia. Baseada na psicologia do consumidor, ela mostra a estrutura a seguir:

  • Escrever uma frase para chamar à atenção;
  • Despertar o interesse;
  • Levar ao desejo de comprar/querer ter algo;
  • Orientar para a ação: carregar num botão de “comprar” ou abrir um link.

Se seguires estes passos, podes claramente ter um copy melhor do que metade da web. E estás a contactar diretamente com o teu consumidor, dando-lhe informação importante.

Não estás simplesmente a vender, o que pode afastar o utilizador. Estás a mostrar-lhe porque é importante ler aquela informação e o que precisa de fazer.

Para além desta estrutura, há outras dicas a seguir no teu copy para redes sociais.

5 truques para melhorar o copy para redes sociais

1 – Faz perguntas

Olhando para a fórmula AIDA, o primeiro passo é chamar à atenção do utilizador. Um truque usual é utilizar perguntas.

É normal, porque as perguntas despertam a atenção da pessoa. Se perguntares se está à procura de casa, emagrecer ou vender 10 mil euros do seu curso, certamente alguém vai notar e querer saber mais.

Assim, se não sabes como começar o copy para redes sociais, começa por perguntas.

copywriter a tentar pensar num copy para redes sociais

2 – Singulariza o público-alvo com um SIM

Quando muitos copywriters gerem redes sociais, ficam cansados de repetir sempre a mesma fórmula ou fazer as mesmas perguntas. O cliente alvo tem características muito específicas que não dá para variar.

Contudo, há formas de não estares sempre a fazer perguntas. O que penso é: que frase posso escrever para o utilizador dizer “sim”?

Exemplo: “Está à procura de casa? Saiba os conselhos mais caros do país” pode-se tornar em -> “Para quem está à procura de casa, saber quais os conselhos mais baratos é uma informação importante”.

A expressão “quem está à procura de casa” planta na cabeça do utilizador para se relacionar com esta informação. Estou a segmentá-lo com aquela informação. Ao ler, ele vai pensar “sim, eu estou à procura de casa, é verdade!” e desperta o interesse em ler mais.

Outro exemplo: “Tens um perfil de Instagram e queres aumentar os seguidores?” pode-se tornar em -> “Um produtor de conteúdos do Instagram está sempre atento aos seus seguidores, sabe como aumentar o número neste artigo”.

Utiliza ambas as abordagens para melhorar o teu copy.

Ler mais: 4 maneiras de usar copywriting no teu blog

3 – Mostrar a dor de cabeça e a aspirina

Esta é uma dica clássica dos cursos de vendas. Ao falar com um potencial cliente, ele tem de perceber a mais-valia do produto ou serviço para realizar a compra.

Uma técnica usada é mostrar a dor de cabeça e depois a aspirina. Este conceito é mostrar ao cliente os problemas que está a ter e como o produto vai resolver esses mesmos.

Ao identificares o problema (a dor de cabeça) estás a relacionar-te com a cliente e a empatizar com os seus problemas. Ele sente-se entendido. Depois, com a aspirina, mostras como o teu serviço resolve cada um dos seus problemas, sendo a solução perfeita.

Podes usar também a dor de cabeça e a aspirina no teu copy, mostrando o problema e também a resolução.

Muitos produtos já o fazem, como o Monday.com. Em alguns anúncios, fala sobre os problemas de gerir tarefas com muitas pessoas, a perda de informação e de foco. A solução? Ter tudo organizado num só lugar, como o Monday.

No teu copy para redes sociais, fala dos benefícios que empresa, produto ou serviço tem para resolver os problemas. Lembra-te de identificar quais são as principais dores de cabeça e a melhor aspirina que tens.

4 – Orientar para a ação

Para terminar bem um copy para redes sociais, deves-te focar na ação.

O objetivo é sempre levar a pessoa a fazer alguma coisa: clicar num artigo para ler, visitar determinada página, subscrever a uma newsletter, comentar, partilhar, colocar like.

Logo, os teus copys devem refletir isso. Não precisas de estar sempre a vender, mas podes incentivar a completar uma ação.

Por exemplo, aos mostrares os teus produtos, pede para comentar se preferem a cor A ou B. Ao divulgar um serviço, fala sobre o mesmo para criar interação.

O copy pode ser tão simples como estes exemplos:

  • Mencionar artigo + “pode ler este e outros artigos no nosso portal www.exemplo.pt”
  • Falar sobre a newsletter + “receba esta e outras novidades ao subscrever à newsletter. Clique no link para saber mais”
  • “Não sabe se o nosso produto é para si? Não se preocupe, marque já a sua demonstração gratuita durante 14 dias. Clique no link para fazer o seu registo”

Ou seja, termina o copy incentivando a uma ação. Pois são estas call to action que te vão permitir perceber se o cliente está a interagir contigo no digital. E esses dados são preciosos para a tua estratégia de marketing digital.

5 – What’s in it for me?

Por fim, o truque que qualquer copywriter utiliza em qualquer copy para redes sociais: colocar-se do lado do utilizador e pensar “what’s in it for me?”.

Em tradução livre, quer dizer, “o que é que isto me dá?”, “o que é que eu tenho a ver com isso?”. É uma pergunta que ajuda muito a melhorar os copys.

Vivemos na era digital em que qualquer pessoa está exposta a milhares de conteúdos todos os dias. Passamos horas a fazer scroll infinito, interagindo pouco, quase como reflexo. Assim, como conseguir realmente chamar à atenção da pessoa?

Coloca-te do lado da pessoa. Lê o teu copy e pensa: o que tem de útil para a pessoa?

Este exercício é para sempre pensares em colocar os benefícios primeiros. Não fales de quão bom é produto, fala de como pode ajudar a pessoa. Não fales da importância de vender, mostra como comprar é a solução. Com esta pergunta em mente (what’s in it for me?) vais certamente escrever algo mais empático para o teu público-alvo.

Estes são alguns truques que utilizo para melhorar o copy para redes sociais. A ideia é sempre colocar-me do lado do utilizador para lhe dar informação útil que chame à atenção e que o guie para uma ação que pode ajudar o conteúdo, a empresa.

Sharing is caring!