Follow Us

Como ter mais motivação na vida

Como ter mais motivação na vida

Dizemos muitas vezes que não somos produtivos porque não estamos motivados. Sabe como ter mais motivação na vida e no trabalho com este pensamento.

Quando se fala em produtividade, fala-se também de motivação. O que te leva a fazer aquilo? Porque sonhas? Porque és ambiciosa? O que te move? O que te realiza?

Geralmente diz que é a motivação. No dicionário, define-se motivação como “acto de motivar ou de se motivar; dar motivo a, originar, fundamentar”. É assim dar uma razão e fundamento ao que fazemos. A motivação é uma força que nos faz sair da zona de conforto e procurar respostas para as nossas angústias. É a motivação que te faz sair da cama e ir trabalhar, mesmo que não gostes do teu trabalho agora. São os teus objetivos que te fazem mexer para procurar uma realidade melhor do que a que tens agora.

Contudo, algumas pessoas querem ter mais motivação na vida, mas algo as prende. Talvez porque não entendem que é diferente estar motivado para fazer algo (como não ter disposição ou energia) e estar motivado para concretizar aquele objetivo.

A motivação é algo que se pode «arranjar», mas não da maneira que tu pensas.

Se tens de fazer alguma tarefa, mas vieste de almoço, bebeste um café, sentaste-te na secretária e deu-te o sono, isso não é falta de motivação. Num cenário em que gostas do teu trabalho, mas naquele dia não te apetece fazer nada, tal pode não ser falta de motivação, mas sim preguiça. É uma procrastinação natural, pois és um ser humano e tens bons melhores e outros menos bons. O equilíbrio é saber navegar esses momentos.

Contudo, pensa noutro cenário Queres fazer coisas, perder peso, investir num novo estilo, aprender a tocar um instrumento, declarar-te a alguém ou até mudar de emprego. Imagina que não gostas do teu trabalho e queres mudar. Precisas daquela força extra para melhorares o teu CV, enviá-lo a empresas, ir a entrevistas de trabalho ou até pedir recomendações. Tens de ter motivação para mudar algo que para ti já é rotina.

E como ter mais motivação na vida? Treinando essa mesma motivação.

Acredito que tudo é treinável, porque não nascemos a saber tudo. Por isso, a tua vida é aprenderes a lidar com as coisas que te acontecem, a superar desafios e a navegar as diferentes fases da tua vida. Para te superares deves treinar a tua motivação. Não vais eliminar dias menos bons nem dias em que realmente não te apetece fazer nada, apenas vai saber como lidar com eles e esperar pelo dia seguinte para recomeçares o teu bom trabalho.

O primeiro passo para treinares a motivação é perceber como é que ela funciona.

Existem dois tipos de motivação: a motivação externa e a motivação interna. A motivação externa é algo fora de ti que te puxa para concretizar um objetivo; já a motivação interna faz com que encontres a força para fazer em ti, sem precisar de auxiliares externos.

Ter mais motivação na vida é passares a ter mais motivação interna do que motivação externa.

Vamos fazer uma simulação com um objetivo simples: perder seis quilos em seis meses (um quilo por mês parece-me um ritmo saudável que respeita as necessidades do teu corpo).

Vamos tornar este objetivo mais SMART: perder seis quilos em seis meses, perdendo um quilo por mês, ao frequentar o ginásio duas vezes por semana, em sessões de 45 minutos cada e evitando gorduras e alimentos processados. Neste desafio, começo com 60 quilos em janeiro de 2019 e termino com 54 quilos em julho de 2019.

A maioria das pessoas para poder concretizar este objetivo precisa de uma cenoura e um pau, ou seja, uma recompensa e um castigo.

A recompensa pode ser uma visita à tua pizzaria favorita para compensar o esforço ou fazer aquela viagem de sonho a Nova Iorque. E também precisas de um castigo, ou seja, uma consequência que queres evitar a todo o custo e que certamente te vai motivar a emagrecer e a cumprires o objetivo. O castigo pode ser ter de comer um prato de que não se gosta, ver um filme de um género que detestas ou uma outra coisa que concordaste com alguém.

Este exercício pode ser bom se for acompanhado por um «juiz»: se fores treinar com alguém, tens o compromisso de aparecer no ginásio; ou se tiveres um PT a treinar contigo, ele vai saber que tu estás a faltar e a não cumprir.

Este exercício pode funcionar, mas tem um problema: todas já o tentámos fazer e muitas vezes as recompensas e os castigos não compensam o nosso esforço. Além disso, ninguém nos pode obrigar a cumprir coisas. Por isso, é normal começar com imensa motivação, seguir o plano e depois a vida acontece. São os jantares com amigos, o querer ficar mais tempo na cama, o sair tarde do trabalho e ainda treinar. A motivação que tínhamos no início é forte, mas também desaparece rapidamente.

como ter mais motivação na vida com frases inspiradoras
Photo by Cristofer Jeschke on Unsplash

Assim, já pensaste que aquilo que impede de ter mais motivação na vida está dentro de ti?

Possivelmente, a recompensa de ires à tua pizzaria favorita ou fazeres a tua viagem de sonho podem ser concretizados sem teres de emagrecer os seis quilos. Por outro lado, mesmo que não cumpras o teu objetivo, as pessoas mais próximas de ti podem-te não cobrar o castigo e ficas sem objetivo cumprido e sem más experiências.

Assim, o que te pode fazer cumprir o objetivo é a maneira como te vais fazer sentir se não o fizeres. Se não emagreceres seis quilos, não poderás viajar com a tua família e eles vão-se embora sem ti, fazendo as coisas que tu querias fazer, e vais-te sentir sozinha. Se nem sequer começares, estás a quebrar a palavra às pessoas mais próximas de ti, pelo que podes causar desilusão nelas e a tristeza e desilusão em ti também.

A maior consequência que podes ter de não cumprires os teus objetivos é sentires-te mal contigo própria. Não é o que os outros vão pensar sobre ti, mas sim o que o teu diálogo interno te diz. O problema não estão nas dores «físicas» do pau, mas sim as dores «emocionais» de levares com o castigo. No fundo, a tua motivação interna é mil vezes mais forte do que qualquer motivação externa, pois aquilo que tu acreditas e desejas deve ser sempre maior do que as tuas desculpas.

Para ter mais motivação na vida tens de olhar para dentro e ver o que queres

Quanto tens um desejo muito forte, fazes tudo e arranjas todas as soluções. E daquilo que vejo, a maior motivação que vejo nas pessoas não é no que podem ganhar, mas sim no que não querem perder.

As pessoas que mais mudanças fizeram na vida foram pessoas que sabiam que se não mudassem perderiam. As pessoas mais saudáveis que conheço tiveram de o ser, por problemas de saúde. A opção era mudar de vida e ser saudável ou perder saúde e viver uma vida pior.

Quem criou os seus trabalhos ou começou por montar um side hustle sentiram que agir era melhor do que esperar. Por isso, deves sempre olhar internamente e sentir o que perdes se não concretizares os teus objetivos. Essa sim será a tua motivação interna.

Contudo, isto não é um incentivo ao martírio próprio. Há situações que não controlas e essas deves simplesmente deixar ser. Falo de situações que estão ao teu alcance e que precisas de sair da tua zona de conforto para as concretizar. Estou a apontar para aquelas desculpas que dizes a ti próprio e que te sabotam. E de cada vez que és sabotada, mais frustrada ficas por não chegares onde queres.

Por isso, o primeiro passo é ligares-te ao teu interior: o que queres? Porque queres? Como é que isso te deixa feliz? Do que precisas para alcançar? Tens um plano? Que etapas tens de percorrer? Parecem muitas perguntas, mas quando queres muito muito muito fazer algo, não precisas de ter mais motivação na vida. A tua força interior é a motivação suficiente para te lembrar a continuar o teu caminho quando queres desistir.

Dicas para ter motivação interna

Como percebeste, ter mais motivação na vida é trabalhar a motivação interna. Esta começa em ti e treina-se ao longo da vida, estando assim mais preparada para enfrentar os vários imprevistos que acontecem.

A motivação interna está muito ligada ao foco e também ao quanto tu te conheces e gostas de ti.

  • Tem atenção ao teu diálogo: a maneira como falas contigo vai certamente determinar o que vais conseguir ou não fazer. Se disseres para ti mesmo que consegues, que não vai desistir, que vale a pena e que vais estar super feliz quando concretizares o objetivo, então vais conseguir manter o ritmo de semana para semana. Se te mandares abaixo, estás-te a sabotar e vais bloquear os teus esforços;
  • Lembra-te dos teus objetivos: definir os teus objetivos é o primeiro passo para desenhares um plano de como concretizares o mesmo. Mais do que o objetivo, lembra-te do porquê de o fazeres. Relembra-te dele semanalmente e de tempos em tempos para que esteja sempre presente na tua cabeça que o teu esforço tem um propósito muito bom.
  • Rodeia-te de boas energias: isto pode parecer mais uma baboseira, mas aquilo que lês, vês e ouves podem condicionar a tua perspectiva sobre a vida. Ou seja, os estímulos externos podem condicionar a tua motivação interna. Por isso, podes sempre relembrar-te de frases que te fazem pensar, conversas interessantes e amigos que puxam por ti. Vão ter uma boa influência em construir a tua motivação interna.
  • Planeia a tua vida: a forma mais rápida de falhares é não preparares o que vais fazer. A todas as horas vão aparecer pessoas, eventos e propostas que vão desafiar o teu percurso. Se os aceitares, podes atrasar o teu processo e se for de forma consecutiva, vais perder-te e não cumprir o objetivo. Assim, planeia a tua semana para teres momentos de trabalho e momentos de lazer. Assim, o caminho torna-se mais fácil e prazeroso.

Por isso, se queres ter mais motivação na vida, concentra-te nas tuas ferramentas internas em vez de procurares estímulos externos. Este é um trabalho para a vida e quanto mais cedo o começares, mais cedo vais recolher os resultados.