ERRE GRANDE

Antes de criar um blog, responde a estas 3 questões

Estás a pensar criar um blog como hobby ou para o teu trabalho? Responde a estas perguntas-chave antes de criar um blog de sucesso.

Será que os blogs estão a desaparecer? Eu acho que não.

Os blogs são ferramentas importantes para negócios, pois ajudam a trazer tráfego para os websites. São também bons para melhorar a escrita ou ganhar competências.

Já conheci várias pessoas que me perguntaram: “tu tens um blog? Eu também gostava de ter um”. Nesses minutos, trocavámos algumas ideias e impressões. Mas ficava com a sensação de que não ia acontecer nada. Faltava começar.

Assim, se pensas seriamente no tema, antes de criar um blog, deves responder a estas questões:

1. Porque quero ter um blog?

Acredito que viver uma vida com propósito é saber porque fazemos as coisas. E quando se trata de blogs aplico o mesmo pensamento.

Quero ter um blog porque gosto de escrever? Fantástico, cria o teu próprio espaço na net. Queres ganhar dinheiro com o blog? Partilhar conhecimentos? Contar histórias? Primeiro define o que pretendes do teu blog para saber que tipo de investimento irás fazer. Se é para ti, sem compromisso, é tão válido como criar um blog empresarial.

Acho este passo relevante pois consegues perceber o teu grau de interesse. Porque se queres tornar o teu blog numa ferramenta profissional, deves então criar um sistema que te ajude a ter um blog “a sério” desde o início.

Ler mais: Porquê ter um blog em 2020?

2. Como posso ajudar?

Antes de criar um blog, é natural que tenhas uma ideia do tema. Pode ser viagens, culinária, desporto, programação, marketing digital, desenvolvimento pessoal, etc.

Para além disto, deves pensar em como é que vou ajudar o meu leitor. Vou informar ou educar? Vou vender ou entreter ou inspirar?

Quando começas a escrever, deves ter este momento de “missão”. Se o teu objetivo é educar as pessoas em determinado tema, vais compor mais artigos informativos e desconstruir conceitos. Por outro lado, se vais inspirar, os teus conteúdos devem ter uma linguagem mais emocional e de storytelling.

É natural no início não saberes bem o que queres, mas se começares a falar sobre o tema, vais perceber aqui e ali o que gostarias que o teu leitor soubesse de ti. O que leva à terceira pergunta.

3. Quem é o meu leitor?

Esta pergunta está muito relacionada com a anterior. Isto porque para teres leitores interessados, tens de os conhecer! Mesmo antes de criar um blog, consegues perceber quem poderá ser o teu leitor.

Quem são, do que gostam, como vivem? Por exemplo, se tens um blog sobre desporto, tens de saber se vais falar com pessoas que gostam de ir ao ginásio ou correr ao ar livre. Se têm uma prática desportiva activa ou apenas estão a começar.

Se o teu público já faz desporto, os teus conteúdos vão ter conceitos mais complexos. Contudo, se queres incentivar pessoas a começar, os teus artigos têm de ser mais simples e educativos. Ou seja, conheceres o teu leitor vai sem dúvida influenciar os teus temas e a linguagem até.

Como conhecer o meu público? Escolhe um nicho

A importância de escolher um nicho é muitas vezes posta de lado, porque queremos escrever sobre o que nos dá mais prazer! E isso é totalmente válido, se queres ter um blog pessoal porque gostas de escrever.

Contudo, se tens outros objetivos como ter mais tráfego ou vender serviços, vais ter de pensar num nicho antes de criar um blog. Porque não vais estar a comunicar para todas as pessoas!

Pegando no exemplo acima, se escolheres o nicho de “ajudar pessoas a praticar desporto”, vais desenvolver conteúdos mais segmentados e quem estiver interessado irá seguir-te como referência sobre o tema. Se começares simplesmente a falar de desporto, uma pessoa que queira saber sobre um treino específico não vai ler o teu blog.

Escolher um nicho é escolher um posicionamento – e é aí que estão os teus utilizadores

Imagina que vais criar um blog para amantes de uma modalidade como Andebol. É um nicho de mercado e possivelmente terás menos leitores que se falasses de futebol. No entanto, vais ser o blog especialista de andebol. Quem é fã ou pratica a modalidade vai gostar das tuas análises, experiências e opiniões. E vais crescer porque tens a atenção e interesse de um grupo de pessoas que partilha certas características.

Ao criares um blog de desporto, podes ter muitos leitores, mas pouco interessados. Se tiveres um blog de nicho, podes explorar um público-alvo em toda a sua vertente e com isso ter leitores que lêem, comentam e te ajudam – uma pequena comunidade que certamente te vai deixar mais motivado a escrever mais.

Por isso, antes de criar um blog, responde a estas três perguntas para orientar a tua experiência. Bons textos!

Sharing is caring!

Exit mobile version