Estou há mais de uma semana a fazer trabalho remoto. Partilho contigo as minhas dicas

A pandemia do COVID-19 mudou por completo o mercado de trabalho. Atualmente existem milhões de colaboradores a trabalhar a partir de casa, em trabalho remoto.

O trabalho remoto tornou-se uma realidade geral em 2020

Certamente não foi algo planeado e nada que pessoas que já trabalham remotamente pudessem adivinhar. Todos pensávamos que era possível, “no futuro”, grandes e pequenas empresas terem as suas equipas descentralizadas e a trabalhar a partir de casa, de um café, de um co-work. Contudo, o alerta de pandemia fez com que a adaptação a esta modalidade de trabalho fosse feita de forma demasiado rápida, sem experiências prévias ou tempo para perceber o que funciona melhor.

Mas é uma realidade. Estou em modo trabalho remoto. Estou a trabalhar em casa há mais de 7 dias. Falei recentemente desta experiência no Linkedin.

Claro que esta é uma experiência remota, mas tem um contexto emocional que nos faz viver esta experiência com mais ansiedade que o habitual.

Quer seja home-office ou trabalho remoto com isolamento, a verdade é que não estamos num escritório e isso é novo!

Com esta nova realidade, existem imensos conteúdos digitais que te explicam as melhores dicas que podes seguir para ser mais produtiva em casa. Do meu lado, partilho as minhas dicas específicas que me permitem estar dias e dias sempre com boa disposição e energia para fazer mais e melhor.

1 – Não estar sempre de pijama

Esta dica é muito falada. No entanto, é uma dica que sigo, não porque estou em quarentena, mas sim porque sempre o fiz.

Mesmo em dias em que ficava em casa, vestia sempre algo que não o pijama (as leggings e os hoodies são ótimas roupas, neste cenário).

Ao trabalhar em casa, recomenda-se que não fiques de pijama o dia todo, para não quebrar rotinas e trazer mais seriedade ao momento de trabalho. A minha dica é variar a roupa que vestes, quer seja pijama, fato de treino ou calças de ganga. Para mim, é mais confortável e é uma forma de quebrares a rotina de isolamento.

2 – Tomar o pequeno-almoço offline

tosta com ovo estrelado
Photo by Ben Kolde on Unsplash

Este é um hábito que já tinha, quarantena-less. Quando tomo o pequeno-almoço, não olho para o telemóvel. Em momentos de refeição, não gosto de estar online e aproveito para estar mais “focada no momento”.

Agora tenho mais tempo para comer, já que não tenho de correr para apanhar o comboio. Contudo, sempre quis acordar e não agarrar logo no telemóvel. Prezo esse momento de maior calma e tranquilidade.

Além disso, aproveito também para esticar as pernas, ler um livro, arrumar uma coisa ou outra. Mas tudo offline.

3 – Planeia as horas de almoço

Esta nossa experiência de trabalho remoto tem a particularidade de que não podemos sair de casa para descontrair na hora de almoço.

As horas de almoço podem ser um bom tempo de descanso, mas também podem consumir o teu tempo a fazer outras tarefas.

Ou seja, para que possas usufruir da mesma da melhor forma, planeia essa hora de almoço. Define diariamente se vais ocupar o teu tempo a cozinhar, se é para fazer um bolo, se é a ler ou a estudar. Até para fazer a sesta vale!

Ao planeares este tempo de pausa, vais poder fazer as coisas que queres, mas também descansar quando é necessário

4 – Faz reports semanal

Em termos de trabalho, a distância social pode dificultar as comunicações entre equipa e os momentos de descontração. E mesmo num período de isolamento, podes sentir que tens tempo ilimitado e procrastinas um pouco as tuas tarefas. E se a procrastinação te deixar aborrecido, podes sentir-te muito menos produtivo e com stress quando trabalhas para compensar.

Se fazes trabalho remoto, não deixes de apontar e reportar o que fizeste semanalmente. Este controlo não é só para o teu chefe. É para ti também. Com estes dados, podes perceber o quanto fizeste e o que podes melhorar na próxima semana.

É uma espécie de diário de bordo de como te estás a adaptar ao trabalho remoto.

Ler mais: Produtividade: Trabalhar Mais Horas é Produzir Mais?

5 – Reserva tempo para as tarefas doméstica

rapariga a pegar em camisolas de lã grossas
Photo by Dan Gold on Unsplash

Um dos benefícios apontados pelo trabalho remoto é o equilíbrio entre trabalho e a vida pessoal.

No domínio das tarefas domésticas, estar sempre em casa é uma ajuda. Desta forma, utiliza pausas para tratar da roupa, da alimentação, da loiça, da arrumação. Mas também devem ser planeadas.

Como vês, uma boa organização permite-te aproveitar as 24 horas do dia “para tudo”: trabalho, descanso, lazer, tarefas domésticas. Se não as planeares, podes acumular roupa e loiça indefinitivamente, até precisares e não teres.

6 – Faz exercício físico

Com ou sem quarentena, estar em trabalho remoto significa muitas vezes estar em casa. E estar em casa pode deixar-te mais preguiçoso ou com menos vontade de te mexeres.

Assim, se sentes que podes equilibrar melhor estes componentes da tua vida, não deixes de apostar no exercício físico. No contexto atual, existem muitas empresas a disponibilizar treinos ao vivo. O Youtube também tem uma biblioteca fantástica de vídeos que podes seguir e variar todos os dias.

Mente sã, corpo são. Não deixes de apostar na tua saúde.

Ler mais: Fitness: Como Escolher um Ginásio

7 – Escolhe uma playlist

Nesta coisa do isolamento, ouvir apenas o teclado (o meu) pode não ajudar.

Colocar música pode-te ajudar na concentração e a teres emoções mais positivas. Assim, utiliza o som ao teu favor. Utiliza várias playlists, ouve o teu álbum preferido ou descobre um novo. Liga a televisão numa série ou ouve um podcast. O som vai-te ajudar a sentir acompanhado.

Se quiseres, segue o meu perfil no Spotify.

8 – Mantém o contacto com os teus amigos e família

quatro amigos de costas a olhar para a cidade
Photo by Devin Avery on Unsplash

Em trabalho remoto, é provável que tenhas uma vida diferente das outras pessoas. Como não tens um escritório físico, o contacto humano tem de ser, de certa forma, forçado.

Num caso de quarentena, é ainda mais importante manter o contacto com os outros.

Da mesma forma que falas com pessoas todos os dias, não deixes de diariamente ligar às pessoas mais importantes da tua vida, mesmo estando em casa. Nas mensagens não vês nem ouves a pessoa. Só ouvir uma voz familiar diariamente ajuda-te a combater o isolamento.

9 – Faz cursos online

Um outro benefício apontado pelo trabalho remoto é as pessoas serem mais eficientes nas suas tarefas. Consequentemente, sentem que há mais tempo livre, que pode ser aproveitado para obter conhecimento.

Neste caso de quarentena, é possível que o teu volume de trabalho tenha diminuído. Por isso, podes preencher o tempo ao fazer um curso online, relacionado com o teu trabalho ou a uma área que sempre quiseste explorar.

Podes reservar 15 minutos do teu dia para fazer cursos ou atender a webinars. Escolhe um que te seja útil e que possas aplicar no teu dia-a-dia, para o teu crescimento ser ainda melhor.

10 – Aposta no desenvolvimento pessoal

Por último, recomendo que te foques em ti.

O isolamento faz com que não tenhas outra opção se não “viver contigo mesmo” durante muito tempo. Por isso, aproveita para trabalhares na tua pessoa, no teu diálogo interno.

Pensa em ti, nas tuas emoções. Para as poderes interpretar enquanto vives este momento. Começa um diário (journal) para analisares os teus pensamentos e filtros. Segue pessoas que te inspiram e segue o seu exemplo.

Se tu estiveres bem, trabalhas e vives melhor. Se não estiveres bem, deves sempre pedir ajuda.

11 – Define uma hora para desligar

Todos os dias acabam e outro começa. No teu trabalho, os dias e as semanas também acabam.

Assim, deves definir uma hora para desligar. É possível que uns dias desligues às 18h e outros só às 19h. O importante é que a hora esteja definida para ti e que nessa mesma hora desligues chats, e-mails e telefonemas.

Como é demasiado fácil estar sempre online, cria uma separação real entre o trabalho e a vida pessoal. Em casa, as duas coisas podem-se misturar facilmente, pelo que tem de partir de ti. Como é demasiado fácil estarmos sempre online e, por isso, deves aproveitar momentos para desligar. Logo, se vais fazer depois do trabalho, como se fosse um café ou um jantar, terás um melhor ritmo todos os dias.

Concluindo, estas são algumas sugestões para planeares o teu dia em trabalho remoto. Analisa que hábitos te permitem ser mais produtivo e utiliza-os ao teu ritmo.