4 Objectivos para 2018

A passagem do ano é a melhor altura para reflectir sobre o ano que passou – e 2017 foi recheado de muita coisa.

Olhando assim de forma geral, 2017 foi um ano de mudança profissional, pois mudei de emprego e todas as mudanças que isso traz. Esta foi a principal mudança da minha vida que realmente me fez mudar tudo o resto – mindset, perspectiva, objectivos.

Os objetivos para 2018 não seriam os mesmos se eu não tivesse passado pelas experiências marcantes que tive durante os últimos doze meses. Disseram no meu aniversário que era uma pessoa que tirava lições de tudo o que me acontecia na vida. De facto, este ano aprendi várias lições:

  • Há muita coisa na vida que é realmente acessório e que nos devemos focar no que realmente é importante;
  • Podemos ter todos os benefícios do mundo, mas se não fazemos aquilo de que gostamos, não vale a pena;
  • Reconhecer que sou Millennial e que faço parte de uma geração que está a mudar o mundo tem tudo de positivo, apesar dos comentários depreciativos;
  • Temos muitas influências positivas e negativas à nossa volta, mas o nosso caminho é verdadeiramente escolhido por nós;
  • O nosso medo de perder é ilusório – se realmente pensássemos do que realmente temos medo, o medo de arriscar desaparecia;
  • Não vale a pena viver em stress – e se estás a viver em stress, sai desse buraco, porque não vale a pena;

A mensagem principal de 2017 é mesmo essa. Foi um ano de grande aprendizagem.

Mas para podermos continuar uma vida cheia de coisas boas, temos de estabelecer objetivos a alcançar. O ser humano é movido pela procura da satisfação, pelo sentimento de conquista. Além disso, se não tivermos objetivos, andamos a navegar na maionese, o tempo passa e percebemos que não levamos a vida que queremos.

Face a toda esta aprendizagem, decidi colocar 4 objetivos para mim:

Ler mais ficção

Eu gosto de ler, ler é uma segunda natureza para mim, tal como a escrita. Nos últimos 2 anos, tenho lido muitos livros de desenvolvimento pessoal, finanças e biografia, numa perspectiva de me cultivar e crescer internamente. Contudo, também é bom desligar um pouco do estudo pessoal e focarmo-nos na boa literatura que temos à volta. Aliás, está mais do que provado que a criatividade nasce não do estudo, mas na exploração da nossa imaginação. Este mês recebi um livro mais sério “The Handmaid’s Tale”. Vi a série e adorei a mensagem feminista e de luta contra um poder opressivo. Este livro foi escrito nos anos 80 mas à luz dos últimos acontecimentos, parece-me ser bastante atual. Irei começar por este e depois quero explorar outros.

Escrever mais

Pode não ter parecido mas a partir de Outubro, o blog esteve meio parado. Vocês leram artigos mas confesso que tinham sido escritos no calmo mês de Agosto, onde aproveitei todas as ideias e o tempo para agendar posts. O trabalho pediu mais tempo e investimento, o que me esgotou o tempo e a criatividade. Este ano, quero escrever todos os dias. Quero escrever todos os fins-de-semana. Quero escrever mais, melhorar, explorar vários estilos. Quero dedicar-me a esta vontade de comunicar com os outros. E isso só pode ser feito através da prática. Nem sempre tenho ideias para escrever nem sempre tenho motivação, mas é ao ultrapassarmos a barreira que criamos o hábito e podemos alcançar a excelência naquilo que gostamos.

Voltar a Correr

O exercício físico ficou muito de lado este ano – se contabilizar os meses de ginásio que fiz, devem ser no máximo 2 meses. No final do ano, não tive tempo nenhum para me poder dedicar ao corpo. 2018 queria mudar esta tendência mas vez de ir para ginásios quero retomar o hábito de correr. Sinto imensas saudades da sensação de correr, fazer exercício físico e simplesmente descontrair. Para poder voltar a este hábito vou colocar um objetivo – correr uma prova de 10km. Penso que com este objetivo vou levantar o rabo da cadeira e esforçar-me para atingir esta meta.

Experiência internacional

Desde os 15 anos que gostava de viver fora do país mas fui sempre adiando esta experiência. Com a chegada dos 25 anos, sinto que não posso mais adiar sonhos antigos e que esta é a melhor altura para os concretizar. O meu primeiro objetivo era mesmo emigrar e trabalhar fora alguns anos mas com outros objetivos de ser empreendedora, estou a pensar fazer uma experiência de curta duração. Desta forma posso conjugar o desejo de ir para fora e dar um reset à minha vida. Possivelmente farei no final do ano para poder ter mais tempo para preparar a viagem.

E tu? Quais são os teus objetivos para 2018?

 

 

Artigos criados 212

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo