A checklist do final do ano

Com a chegada do Ano Novo, entro em modo de revisão do ano.

O ano passado fiz uma lista de objetivos para 2018 e que também vou fazer para 2019.

Gosto de estipular objetivos pois ajudam-me a definir prioridades. Mais do que desejos, fazer esta lista de coisas que quero fazer no próximo ano é um exercício de auto-reflexão e também de auto-conhecimento.

Quando elaboro a lista, percebo o que quero e o que está a faltar.

Fazer os objetivos para 2019 é um exercício que divide as pessoas. Uns dizem que fazê-los é simplesmente uma preparação para falhar. Outros mais cínicos sabem que até gostavam de fazer uma lista, mas que não vale a pena fazê-la pois não vão cumprir. E ainda há quem as faça repetidamente, como forma de exercício.

Eu faço a lista de objetivos porque é uma boa altura para perceber o que valorizo na minha vida e o que quero valorizar mais. É como se fizesse um parêntesis e tentasse perceber o que é prioridade para os próximos meses e aquilo que terá de ficar para depois.

Não estou claramente a falar de uma lista básica de «fazer dieta, ir ao ginásio, estudar, estar mais tempo com a família». Esse tipo de prioridades são bastante genéricas e não nos ajudam nada.

Fazer a lista de objetivos para 2019 mostra-me mais o que eu quero do que o que gostaria que fosse.

Sei que posso fazer uma lista em que quero ir ao ginásio, mas só isso não chega. Tenho de perceber realmente porque devo continuar a fazer exercício físico e como fazê-lo. Tenho de perceber se o exercício físico faz parte de uma das minhas prioridades (neste caso, irá fazer, mas depois partilho).

Contudo, antes de fazer a lista para o próximo ano, tive de primeiro perceber o que fiz este ano de diferente. Ou até mesmo o que voltei a fazer. Por vezes, prendemo-nos muito à ideia de que temos de sempre estar a fazer coisas novas, quando isso não é verdade. Quando olho para alguns dos momentos mais bonitos deste ano, sinto que não fiz nada de novo, mas fiz de maneira diferente. Também sei que fiz coisas que já não fazia há muito tempo e isso trouxe ainda mais bons sentimentos.

Assim, antes de sequer pensar no que me proponho a fazer no próximo ano, decidi fazer uma lista de coisas que já fiz este ano:

  • Visitei 3 países diferentes
  • Visitei o país que queria conhecer há mais de uma década
  • Vi os concertos que queria ver de novo
  • Tive um fim-de-semana fora só com amigas
  • Sofri de um voo cancelado, mas cheguei a casa segura e com indemnização
  • Andei de avião sozinha
  • Corri de novo e fiz corridas de 5km
  • Fiz visitas a casas (!)
  • Fiz câmbio de dinheiro sozinha (fazer coisas sozinha é uma maneira de ver se estou adulta ou não)
  • Fiz uma viagem de mais de 5 horas de carro
  • Visitei vários sítios em Portugal: Aveiro, Viseu, Ferreira do Zêzere, Sintra, Sesimbra, Braga, Proença-a-Nova
  • Fiz o meu primeiro cartão de crédito
  • Voltei a jogar basquetebol
  • Andei de montanha russa
  • Joguei bowling, que já não o fazia há anos!
  • Desci a Praia da Ursa, pensando que ia escorregar a qualquer momento
  • Tive o prazer de estar numa empresa com uma festa num barco!
  • Tomei o pequeno-almoço na cama (num hotel!)

Parece ter sido pouco (e de certeza que me esqueci de coisas), mas sei que foi um ano recheado de boas experiências. Assim, poderei perceber como fazer a lista de objetivos para 2019 (que certamente irá incluir boas viagens!)

Artigos criados 247

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo