Trabalho Remoto: as vantagens para Empresas e Colaboradores

O trabalho remoto está na moda, mas é uma moda que vai mudar o mercado como o conhecemos. E há vantagens no meio.

A palavra «flexibilidade» está na ordem do dia para as empresas portuguesas. Cada vez mais saem artigos, reportagens e notícias em que os colaboradores pedem flexibilidade no seu ambiente de trabalho. Flexibilidade de horários, fala-se, mas também, flexibilidade de poder trabalhar alguns dias em casa, flexibilidade para poder cumprir prazos em momentos em que são mais produtivos.

Entra então o trabalho remoto.

Trabalhar remotamente é trabalhar sem ter um local físico, sem a rotina de ir para um escritório. Com a normalização do computador portátil, do e-mail, do telefone e das videoconferências, percebemos que todo o trabalho que temos para fazer está apenas dependente de uma ferramenta, o PC. Essa mesma ferramenta também temos em casa ou permite-nos que a levemos para casa.

Assim perguntamos: porque tenho de trabalhar num escritório se posso trabalhar a partir de casa?

Esta é uma prática que já foi implementada em algumas empresas. Passou ainda pouco tempo, mas a maioria dos inquiridos diz que o trabalho aparece feito, os trabalhadores são mais produtivos e existe um maior equilíbrio entre vida profissional e vida pessoal. Pelo menos, é o que dizem lá fora.

A conversa evoluiu também para outra tendência – o nomadismo digital. Ou seja, pessoas freelancers que trabalham totalmente de forma remota para clientes em todo o mundo e por vezes mudando de residência. Pessoas que vivem em diferentes países durante o ano só porque sim!!

Esta ideia pode ser mais uma coisa louca de Millennial, mas pode de facto trazer vantagens para trabalhadores e empresas.

Menos espaço de escritório

Quando uma empresa cresce, contrata mais trabalhadores. E cada um desses trabalhadores têm de ter um espaço para trabalhar e os espaços não esticam. As rendas são um custo fixo que as empresas não podem ignorar mesmo que o mês tenha sido fraco em receitas. Com a possibilidade de trabalhar remotamente, a empresa pode ter uma estratégia de ter tralhadores exclusivamente em modo remoto, podendo dar outros tipos de condições. Além disso, poderá diminuir as despesas com equipamentos, uma vez que colaboradores que trabalham remotamente geralmente utilizam o seu próprio material. A WordPress, onde este website está alojado, tem uma equipa mundial 100% remota, ou seja, não tem um escritório fixo.

Esta estratégia pode também ser boa para pequenas e médias empresas, uma vez que poderãoexpandir-se sem necessariamente expandir em espaço.

Mais eficiência, menos papo?

Muito se fala da produtividade portuguesa que está intimidamente ligada o salário. Se as pessoas produzissem mais, todos poderiam ganhar mais. Mas o mais não tem de ser mais horas, apenas mais eficientemente.

Se olharmos para a produtividade apenas nas horas passadas no escritório, tal não nos dá uma boa ideia. Há que ver que muitas vezes fazemos reuniões longas sem proveito, que somos pouco objetivos na comunicação, que temos de tomar decisões mas preferimos fazer brainstorming.

Uma parte dessas funções podem ser decididas através de conversas ou videoconferências mais curtas, ajudando todos a passar para a tarefa seguinte.

Vários estudos na área ajudam a comprovar que as pessoas se sentem e são mais produtivas quando trabalham dentro de casa. A verdade é que em casa podem ter distrações, como a televisão, contudo a liberdade de organizar melhor tempo e o facto de ter mais tempo pois não terá de sair casa faz com que os colaboradores com as ferramentas certas consigam fazer mais.

Mais satisfação

Os vários inquéritos também mostram que as pessoas estão mais contentes e sentem-se menos doentes. Os inquiridos mostram-se mais satisfeitos com o trabalho, possivelmente porque evitam atritos com outros colegas no trabalho. Tal também pode ajudar a diminuir as saídas de colaboradores, que parecem custar mais do que a própria contratação.

O facto de não andarmos de um lado para o outro ajuda na questão da saúde, havendo relatórios de que as pessoas colocam menos baixas médicas. Ao não estarem expostos ao ambiente e a um escritório com muitas pessoas, conseguem contrair menos doenças e trabalhar mais dias. A facilidade de comunicação por chat ou e-mail ajuda os colaboradores a serem mais rápidos nas suas tarefas ou a diminuir a interação presencial, criando mecanismos para uma comunicação mais eficiente.

Outro factor que ajuda na rotina é não ter de apanhar o trânsito matinal. Muito do trânsito que sinto diariamente se deve a uma única razão: todos nós estamos na estrada às mesmas horas, porque todos temos as mesmas rotinas. Se houvesse rotinas diferentes, haveria menos carros e o trânsito fluiria melhor. Atualmente consigo gastar entre 40 a 60 minutos para chegar ao meu local de trabalho, dependendo se é um bom ou mau dia. Não é por causa da acidentes, às vezes não existem. Mas o que existem é muitos carros a quererem circular ao mesmo tempo.

O trabalho remoto uma ou outra vez por semana iria facilitar muitas das deslocações diárias, diminuir a frustração e o stress.

De facto, o trabalho remoto pode dar boas ideias mas não penses que deve ser encarado a full-time.

O caso da WordPress é um caso de excepção, já que o trabalho remoto pode não ser bem adaptado nas empresas.

A IBM foi uma das empresas que começou a chamar os colaboradores para dentro de casa, acabando com o trabalho remoto. A Yahoo foi uma das empresa que percebeu que gostava de ter mais dinâmica no escritório e também acabar com o trabalho remoto.

De facto, a bordagem 8-80 pode não ter os resutlados pretendidos, se não for bem adaptada. A Krystel, do Nomadismo Digital, escreve que o trabalho remoto pode ser uma oportunidade para as empresas. Esta será a grande tendência do futuro e por isso podes também implementar na tua empresa.

O objetivo será implementar pequenos hábitos que te permitam trabalhar remotamente mas apenas em alguns dias da semana.

Dicas para implementar o trabalho remoto na tua empresa

  • Fazer um pitch da ideia: pergunta aos teus colegas se gostavam de ter um dia de trabalho remoto por semana. Cria um pitch aos teus managers para perceber a abertura ao tema;
  • Ajuda a construir um plano: sugere isso à Direção e deixa ao critério deles alguns aspectos: se é um dia por semana fixo ou se é um dia móvel e define um tempo experimental;
  • Usa as ferramentas certas: define uma estratégia de reporting e de constante comunicação com a tua equipa. Define um work-flow e utiliza ferramentas de comunicação à distância para todos estarem familiarizados;
  • Organiza-te: vais trabalhar em casa por isso define com o teu manager e a tua equipa o que cada um irá trabalhar nesse dia. Prepara um sítio na tua casa que seja calmo e que te permita trabalhar de forma focada. Estabelece períodos de pausa e não utilizes estes dias para tratar de assuntos pessoais ou para ir almoçar com colegas. Experimenta os primeiros momentos para veres como é a tua experiência de adaptação.

O trabalho remoto não é só uma moda, é uma maneira como a maioria das empresas vai trabalhar no futuro. O período de adaptação poderá não ser fácil, mas já existem casos de sucesso que podem ser replicados. Aproveita para começar a implementar na tua empresa para teres mais benefícios e poderes ter mais equilíbrio na tua vida profissional.

Artigos criados 217

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo