O Multitasking É Eficiente?

Sempre fui fã do multitasking mas sei que não é a melhor coisa do mundo.

Gostava do multitasking porque parecia ser a melhor solução para trabalhar. Se conseguir fazer duas tarefas ao mesmo tempo e mais rápido, terei mais tempo livre para poder fazer outras coisas. Contudo, desde que comecei a trabalhar, percebi que essa estratégia só me prejudicava.

Vivemos numa era com imensos estímulos sonoros, visuais. Estimulos muito rápidos e que exigem a nossa concentração e tempo. Quantas vezes nos deparamos com imensas tarefas no trabalho? Abrir e-mail, responder e-mail, enviar relatório, abrir programa, fechar programar, abrir e-mail, fechar e-mail.

Actualmente uma pessoa não é profissional apenas numa competência mas em várias. Esses vários conhecimentos permitem a pessoa fazer várias coisas tudo ao mesmo tempo – um verdadeiro multitasking.

Mas será que viver esta vida rápida e cheia de coisas é eficiente?

O multitasking está intimamente ligado à produtividade. Se podemos fazer uma tarefa em menos tempo, conseguimos fazer mais tarefas num dia, logo podemos produzir mais. E se num minuto conseguirmos fazer não uma mas duas tarefas diferentes ao mesmo tempo? Deve ser esse o segredo da produtividade, o fazer tudo ao mesmo tempo mais rapidamente.
Este pensamento é muito periogoso.

De facto, o multitasking pode ser eficiente mas não esconde a realidade de que estamos a trabalhar mais.

Com o multitasking, temos uma pessoa a fazer várias coisas e ao mesmo tempo, logo há mais trabalho a cumprir. A contínua atribuição de trabalho com um prazo de entrega curto leva ao multitasking agressivo, sem pausas para descansar, o que leva ao stress. Com o stress, o trabalho não é produtivo, o que gera mais stress, que tem um efeito negativo no profissional.

O Efeito Negativo do Multitasking

O efeito negativo do multitasking é que faz com que cada tarefa não seja feita de forma focada e pensada. A tarefa é apenas despachada, como se fizesse parte de uma lista infinita de tarefas que devem ser concretizadas naquele dia. Trabalhar aquela pilha de papéis não vai significar produtividade mas sim horas infinitas no escritório, incumprimento de prazos, ansiedade e mais stress.

Cada vez mais nota-se que fazer tudo ao mesmo tempo não produz os resultados esperado. Se antes o multitasking fazia as empresas crescer, agora está a matá-las. O trabalho pode estar feito mas a qualidade vai ficando comprometida ao longo do tempo, o que apenas irá traduzir em piores resultados a longo prazo.

Soluções para parar o Mau Multitasking

As soluções para esta nova problemática são várias e certamente algumas já foram exploradas:

  • A contratação de mais pessoas para o trabalho estar mais distribuído.
  • A flexibilidade de horários para permitir mais tempos produtivos.
  • A formação na gestã de tempo.
  • A redifinição da estratégia de produção e vendas da empresa.

Acredito que a solução encontrada deve passar pela redifinição de objetivos da empresa. Todas as empresas vivem de departamentos que têm certas tarefas a cumprir pelos seus colaboradores. Mas há que entrar quais as tarefas realmente produtivas e aquelas que não acrescentam valor ao negócio. Mais tarefas não significa mais resultados, pois se as tarefas não acrescentam valor só nos fazem perder tempo, que é sim precioso para o negócio.

Face à tendência do multitasking, as empresas devem entender que fazer várias tarefas ao mesmo tempo pode ser benéfico em alguns casos mas apenas num pequeno grau. O multitasking contínuo apenas traz stress, que não vai ajudar na produtividade e realização pessoal dos colaboradores.

Desta forma, as empresas devem instigar o espírito de realização de tarefas rápidas e com qualidade mas numa óptica de podermos ter mais tempo para pensar em novas ideias para ajudar o negócio.

O multitasking ajuda-nos a sermos profissionais mais criativos e a desenvolver mais competências, desde que não traga o stress de concretização de tudo.

Assim, o multitasking pode e deve ser eficiente quando enquadrado numa lógica de optimização de recursos e de procedimentos. Se podemos fazer várias coisas ao mesmo tempo, talvez o nosso dia seja mais produtivo porque concretizamos mais –  mas sem o stress permanente que este acarreta.




TORNA-TE GRANDE!
Subscreve à Grandeza
Recebe em primeira mão dicas e novidades sobre Carreira, Empreendedorismo & Motivação!
Quero ser Grande!
Sem SPAM, porque quero que recebas conteúdo útil. Experimenta!
close-link