7 Frases de Richard Branson sobre Gestão de Pessoas

Sir Richard Branson é uma referência na cena empreendedora.

Mais do que ser o fundador do império da Virgin Companies, que aglomera entretenimento, viagens, media, é um eterno preocupado com as pessoas.

Branson continua a gerir as mais de 400 empresas que o Grupo tem a partir da sua ilha, mas é a sua visão do negócio que desperta a admiração e respeito de vários empreendedores no mundo.

Richard Branson começou o seu negócio na década de 1960, uma década em que não havia Internet, smartphones, social media, CDs, MTV, Youtube. Foi a sua visão, loucura e persistência que lhe permitiram criar uma discográfica, uma editora musical, uma companhia aérea e múltiplos outros negócios.

Com a sua experiência, Branson é adorado por ser o milionário rebelde, pois aproveita a sua fortuna para se envolver em aventuras de alto risco, não glamorizando a sua vida com grandes carros e roupas caras.

Mais do que a sua experiência, Branson é um excelente gestor de pessoas, pelo que podemos aprender muito com a sua perspectiva:

1. “Respect is how to treat everyone, not just those you want to impress.”

Branson sabe alguma coisa sobre o respeito.

Para poder montar mais de 400 empresas, não o fez sozinho. Branson conheceu milhares de pessoas pelo caminho que certamente o ajudaram a concretizar a sua visão. Todas as pessoas que trabalharam com ele não o fizeram porque não gostavam dele.

Nos negócios, as negociações têm de ser feitas na base do respeito e da empatia. Do outro lado da mesa, está uma pessoa com os seus valores e interesses, pelo que chegar a um meio termo é o objetivo principal de cada negociação e consequentemente negócios.

Além disso, para podermos ter respeito, devemos dar respeito aos outros. Cada pessoa é uma pessoa, independentemente da sua profissão, género, condição social. Branson é apologista de que todos devem ser tratados de igual forma, quer seja um político, uma milionária ou uma empregada de limpeza. Todos devem ser tratados com respeito, pois é esse respeito que vai fazer a diferença no negócio, através de melhores chefias e colaboradores.

2. “Communication: the thing humans forgot when we invented words.”

Nesta frase, Branson quer dizer que a comunicação vai para além das palavras. Um bom aperto de mão, um sorriso, uma gargalhada, um abraço, um olhar terno são ferramentas poderosas que temos para comunicar e criar empatia com os outros.

Muitas vezes a comunicação falha entre as pessoas porque focamo-nos muito nas palavras. Tentamos mandar emails formais mas não são diretos. Tentamos passar comunicados de empresas e ninguém percebe qual a intenção. Enviamos mensagens às nossas equipas mas não conseguimos olhar nos olhos e dizer as nossas preocupações.

Muitas vezes a comunicação fica perdida em palavras mal entendidas. Assim, as nossas atitudes e comportamentos valem mais que mil palavras e podem dar a atenção e conforto que alguém está a precisar. Um bom líder pauta-se não só pelas palavras motivadores mas também pela maneira como comunica confiança para os outros.

Mais importante que as palavras, são os nossos atos que nos ajudam a chegar aos outros.

3. “Your company should act as a springboard for ambitious employees, not a set of shackles.”

A visão empreendedora de Branson é aplicada diariamente em todas as empresas Virgin. Branson acredita que os seus colaboradores devem ser motivados, criativos, independentes. Quantas vezes já fomos trabalhar cansadas e desmotivadas? Quantas vezes nos queixamos passar oito horas num cubículo, a responder a e-mails e a lidar com chefes intrasigentes?

Branson acredita que as empresas modernas devem ter uma visão maior e uma missão que liga as pessoas. As empresas devem ser espaços de inovação, criatividade, discussão, troca de ideias, mentoring. As empresas não devem ser um sítio onde as pessoas se sentem menores e presas.

As empresas portuguesas podem aprender muito com esta ideia, através da contratação de pessoas melhores que as suas chefias, por forma a trazerem novas ideias, e por melhores chefias, que querem colaborar com os seus subordinados.

4. “The way you treat your employees is the way they will treat your customers”

Esta frase é das mais populares de Branson e mostra bem a sua forma disruptiva de pensar sobre negócios.

O Marketing do século XX dizia-nos que o Cliente tinha sempre razão. Se um cliente está satisfeito irá sempre comprar e por isso irritar o cliente ou não lhe dar razão era perder faturação.

Contudo, o empreendedor compreende que antes do seu Cliente Final há um primeiro cliente a quem tem de se vender ideias – os colaboradores. Branson defende sistematicamente que faz tudo pelos seus colaboradores e que nem sempre dá razão ao cliente, pois o cliente pode ser um idiota! Mais importante do que explicar como se deve tratar um Cliente, devemos dar o exemplo aos nossos colaboradores. Exemplo esse que deve ser de empatia, boa comunicação, educação, respeito.

Ao tratarmos bem das pessoas com quem trabalhamos, estamos a dar-lhe a oportunidade de fazerem o mesmo com os Clientes que entram em loja. Um bom atendimento e uma boa customer experience são a chave para o futuro de um negócio no século XXI. Richard Branson aplica esta máxima há várias décadas e tem dado bons resultados – no website Glassdoor, a Virgin Group tem reviews positivas.

5. “Train people well enough so they can leave, treat them well enough so they don’t want to.”

Ao contrário do que muitas empresas possam pensar, a lealdade de colaboradores é feita através do crescimento pessoal. Crê-se que a lealdade de um colaborador é feita através de um melhor salário, de um seguro de saúde, ou de carro da empresa. Todos estes benefícios são interessantes, mas não compensam um mau chefe e um trabalho pouco apaixonante.

Muitas empresas também têm uma posição relutante quanto à formação. Se uma empresa investe num colaborador, é uma prova de que o querem manter na empresa. Mas e se o colaborador vai-se embora, onde está o ROI desse investimento? Com a formação, o colaborador vai-se tornar melhor e vai abandonar a empresa no futuro.

Branson tem uma maneira diferente de olhar para a problemática. As pessoas devem sentir que o local de trabalho é um sítio para crescerem e serem melhores. Pessoas motivadas trazem valor às empresas, e estas ficam satisfeitas com o trabalho. As pessoas satisfeitas sentem-se parte de algo maior, ficando nas empresas mais tempo.

O importante é que o foco de cada empresa são as pessoas – se as tratarmos com respeito, empatia e admiração, elas podem fazer muito pela tua empresa.

6. “You can’t do a good business with a bad person. Find the right people to work with and you can’t go wrong.”

Esta é a máxima de qualquer recrutamento – escolher as pessoas certas. Nem sempre é fácil encontrarmos aquelas pessoas que irão levar o negócio mais longe. Muitos recrutadores olham para o CV, para a experiência anterior, para os conhecimentos que já têm na área. Mas é importante ligar a conhecimentos transversais que permitem escolher um colaborador que se adapta bem a mudanças ou que pensa de maneira disruptiva.

Mais importante que escolher um bom profissional, Branson acredita que ser uma boa pessoa é um requisito igualmente importante. Se é boa pessoa, vai tratar bem os colegas, as chefias e consequentemente o cliente – e com este perfil, há poucas probabilidade de haver uma má contratação.

7. “Through the right people focusing on the right things, we can, in time, get on top of a lot if not most of the problems of this world. And that’s what a number of us are trying to do.”

Branson tem uma clara visão para a sua vida – tornar o mundo um lugar melhor. E a receita perfeita para esse objetivo é as pessoas certas, foco e tempo. Com persistência, todos nós podemos alcançar os nossos objetivos. Basta tomar a decisão, trabalhar no duro todos os dias e rodearmo-nos de pessoas que têm a mesma visão.

Branson é um eterno optimista e rebelde. Foi essa visão positiva e essa força que o colocaram no todo do empreendedorismo mundial. Branson é um exemplo para os que querem revolucionar o mundo. Ele é um exemplo de quem não tinha grandes estudos mas com empatia, foco, determinação e mente crítica conseguiu montar um império.

Qual é a frase que mais gostas do Richard Branson?

TORNA-TE GRANDE!
Subscreve à Grandeza
Recebe em primeira mão dicas e novidades sobre Carreira, Empreendedorismo & Motivação!
Quero ser Grande!
Sem SPAM, porque quero que recebas conteúdo útil. Experimenta!
close-link