Uma Outra Definição de Sucesso

O Erre Grande é um espaço em que falamos muito de sucesso.

Já falei sobre como o sucesso não é instantâneo, que existem vários degraus de uma enorme escada a percorrer. Que o sucesso não tem segredo nenhum, e que implica uma estratégia para concretizar um objetivo.

O sucesso é algo muito pessoal, porque cada um tem a sua própria definição, os seus próprios objetivos, a sua própria estratégia. O sucesso é chegar ao topo e ao mesmo tempo estar no topo de nós mesmos.

Assim, sempre tive curiosidade de saber mais o que é o sucesso.

Por estar sempre a procurar, encontrei uma outra definição, talvez a melhor. Encontrei esta definição de Viktor Frankl, psiquiatra judeu sobrevivente do Holocausto e pai da Logoterapia, regista no seu aclamado best-seller A Man’s Search for Meaning:

«Não procurem o sucesso – quanto mais o procurarem e o transformarem num objectivo, mais probabilidades terão de falhar. Pois o sucesso, tal como a felicidade, não pode ser procurado; tem de ser algo que surge naturalmente e isso só acontece como resultado involuntário da nossa dedicação a uma causa superior a nós mesmos ou como consequência inesperada da nossa entrega a outra pessoa. A felicidade tem de acontecer, e o mesmo é verdade para o sucesso: têm de deixar que aconteça ao não se preocuparem com ele. quero que escutem aquilo que as vossas consciências vos ditarem e o levem por diante até ao limite das vossas capacidades. Verão então, a longo prazo, que o sucesso os seguirá precisamente porque se esqueceram de pensar nele.»

Li a primeira vez este parágrafo mas tive o ler mais duas ou três vezes para realmente perceber de que falava.

É uma definição simples mas muito clara.

Esta definição contradiz tudo o que se pode aprender sobre empreendedorismo. Diz para não termos objetivos, para não termos um plano. Diz para não pensarmos nisso. Como é que podemos achar que vamos ter sucesso sem pensar nele? Como podemos deixar a vida andar e esperar que as coisas aconteçam, como se fosse apenas obra do destino?

Pode parecer isso que Frankl defende mas há uma mensagem subliminar que devemos identificar. Para Frankl, o sucesso é a entrega a uma causa maior. É ter um propósito na vida, uma missão, um sentido para onde caminhar.

O sucesso é algo maior que nós.

É algo que vem de dentro de nós e que nos motiva a agir. É uma força, um desejo, uma causa que devemos e temos de exteriorizar para o mundo. Para Frankl, este desejo pode ser escrever um livro, ter um filho, amar alguém, viajar pelo mundo, conhecer outras realidades. Qualquer que seja o objetivo, este é sempre maior que a nossa natureza mas algo tangível e concretizável. É aquele sonho demasiado grande para não ser vivido no curto espaço de tempo que habitamos aqui na terra. O sucesso é a consciência desse sonho.

Mas esse sonho tem de ser perseguido sem pressão, sem grandes expectativas. Esse sonho não pode ser pressionado. No fundo, este sonho tem de ser vivido, não quando é concretizado mas sim durante todo o processo que nos leva até lá. Daí Frankl dizer para nos esquecermos de que ele existe. Porque se estivermos sempre a pensar no objectivo não vivemos o processo e não concretizamos o sonho.

Porque o sucesso é como o sonho. Ele é importante não porque é realizado mas sim porque é sonhado todos os dias, e é essa força de sonhar que torna todo o sucesso bom e fantástico. Mais do que chegar ao topo, é todo o caminho que se teve de percorrer.

O sucesso é como a felicidade.

Ela existe não num só momento, num só feito, numa só concretização. Ela existe em todos os momentos, em todos os processos, em todo o caminho feito, desde o nascimento até ao último batimento cardíaco. No fundo, Frankl diz-nos que a felicidade é encontrada quando nos desligamos do passado, não controlamos o futuro e simplesmente deixamo-nos envolver pela experiência do presente.

Ao focarmo-nos em ter o melhor presente possível – fazendo coisas de que gostamos, dedicando-nos à nossa grande causa – encontramos a verdadeira felicidade, que não está presa a um prémio. A felicidade está ligada à própria ideia de viver e o sucesso é esse processo todo.

O sucesso é somente a viagem interior que cada um de nós faz para se tornar uma pessoa melhor.

E tornamo-nos uma pessoa melhor quando nos dedicamos à nossa causa, à nossa missão, ao nosso sonho ardente. Crescemos porque temos essa dedicação feroz. Crescemos porque somos descomprometidas com rótulos e pensamentos negativos. Crescemos porque temos a crença absoluta de que a felicidade constrói-se e não aparece.

O que mais retiro desta enorme frase de Frankl é que o sucesso não é consequência de nenhum feito, mas sim consequência dos nossos comportamentos e atitudes perante o medo, o fracasso, e as más experiências. É tão somente estar focado em viver o melhor da vida. E para isso não é preciso pressão nenhuma.

Assim, para ter sucesso é preciso apenas ter boa disposição, empatia em relação ao outro e muito amor – assim até é muito fácil viver.

 




TORNA-TE GRANDE!
Subscreve à Grandeza
Recebe em primeira mão dicas e novidades sobre Carreira, Empreendedorismo & Motivação!
Quero ser Grande!
Sem SPAM, porque quero que recebas conteúdo útil. Experimenta!
close-link