Ter um work buddy – como dois freelancers podem ser mais produtivos

Para quem tem desejos de ser freelancer, há sempre um obstáculo diário chato de se ultrapassar – como é que posso ser produtiva trabalhando sozinha?

Estes últimos dias tive mais tempo livre e dediquei-me seriamente ao blogue, a escrever e a estudar vários assuntos online.
O primeiro dia é sempre mais giro quando temos tempo livre, estamos cheios de pica e parece que escrevemos mais em uma hora do que nos últimos três meses.

Mas quando os dias passam e começamos a querer ganhar algum ritmo de escrita já não é assim tão fácil. Em casa, mais apetece ligar a televisão ou papar filmes e séries no Netflix; sair para o café quando está chuva e frio não dá jeitinho nenhum; procurar um espaço engraçado, com café, lanche e Wi-Fi grátis em Lisboa é quase impossível sem pensar nos Starbucks; e arranjar um espaço de co-working só para um dia parece-me um desperdício de dinheiro quando se pode fazer grátis.

Mas ainda assim eu preciso de trabalhar e mesmo que seja num sítio, preciso de alguma motivação…e se trabalhar com alguém? Do tipo eu preciso de trabalhar, tu também precisas de trabalhar, podemos juntarmo-nos tu fazes a tua cena e eu faço a minha cena. Eu assim trabalho mas com companhia!

Resgatei o B e fomos para a sala de estar da casa dele. Bebemos primeiro café e depois fomos trabalhar, eu nas minhas coisas e ele nas dele. Estava quentinho, era grátis e havia comida na cozinha.
E nesse dia trabalhei imenso!

Sair de casa ajudou na produtividade mas saber que estava num espaço em que não tenho de gastar dinheiro, estou perto de casa e ainda posso ter comida para trabalhar horas e horas foi perfeito. E ainda tinha alguém que me motivava a trabalhar. Foi como se fossemos uma mini-equipa mas cada um concentradíssimo no trabalho. Foi um mini espaço de co-working improvisado mas que resultou muito bem.

Ser freelancer traz muitas vantagens na gestão do tempo de trabalho e na flexibilidade de horários mas por vezes o tempo não contado pode ser um procrastinador da produtividade. Mas sem dúvida que ter um companheiro de trabalho, como se tem um companheiro de estudo ou um PT, ajuda imenso a mantermo-nos concentrados e a não sentirmos que estamos sozinhos a trabalhar.

Eu acho que vou começar a aderir a esta moda e fazer grupos de trabalho para ter um fim-de-semana mais produtivo. Já experimentaram fazer sessões de trabalho em conjunto?

TORNA-TE GRANDE!
Subscreve à Grandeza
Recebe em primeira mão dicas e novidades sobre Carreira, Empreendedorismo & Motivação!
Quero ser Grande!
Sem SPAM, porque quero que recebas conteúdo útil. Experimenta!
close-link